Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/08/2006 - 20h37

TSE indefere a candidatura de Rui Pimenta à Presidência

Publicidade

da Folha Online

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) indeferiu a candidatura do jornalista Rui Pimenta (PCO) à Presidência. Segundo o tribunal, a candidatura foi indeferida por unanimidade.

De acordo com o TSE, a prestação de contas da campanha para a Presidência do candidato do PCO em 2002 foi encaminhada ao tribunal fora do prazo.

Além da prestação de contas da campanha de 2002, o TSE também havia cobrado do candidato que apresentasse comprovantes de voto ou de justificativa na última eleição.

Segundo o TSE, Rui Pimenta encaminhou ao tribunal no último sábado a prestação de contas da campanha de 2002 e a certidão de quitação eleitoral. O candidato havia sido intimado pelo TSE no dia 9 de agosto a apresentar os documentos no processo de registro de sua candidatura.

De acordo com a legislação eleitoral, o candidato que tiver seu registro indeferido pode recorrer e, enquanto estiver sob julgamento, pode prosseguir na campanha e ter o nome mantido na urna eletrônica.

Segundo o TSE, o PCO também pode apresentar candidato para substituir Rui Pimenta.

Leia mais
  • Folha sabatina nesta semana candidatos ao governo de Minas

    Especial
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  • Enquete: qual candidato se saiu melhor no primeiro debate entre presidenciáveis?
  • Enquete: a reeleição para presidentes, governadores e prefeitos deve acabar
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página