Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/08/2006 - 21h42

STF nega liminar a parlamentares citados por CPI dos Sanguessugas

Publicidade

da Folha Online

O STF (Supremo Tribunal Federal) negou liminar em mandado de segurança para retirar os nomes de 9 parlamentares citados no relatório da CPI dos Sanguessugas.

Os advogados dos parlamentares pediam, no recurso, a suspensão dos efeitos do relatório e a notificação do presidente da CPI, o deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), e do presidente do Conselho de Ética, o deputado Ricardo Izar (PTB-SP), para que interrompam os processos de cassação até o julgamento do mandado de segurança.

Hoje, o presidente da CPI divulgou o nome dos novos 27 parlamentares que serão investigados pelo STF por suposto envolvimento na máfia dos sanguessugas. Apenas três deputados que serão investigados pelo STF não tiveram o pedido de cassação recomendado pela CPI

Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Enquete: você é a favor do fim do voto secreto?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página