Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
12/09/2006 - 14h19

Izar espera concluir 20 processos de sanguessugas até novembro

Publicidade

da Folha Online

O presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), quer uma estrutura de apoio da Câmara para analisar os 67 processos contra deputados acusados de participação na máfia das ambulâncias. A estimativa, segundo Izar, é concluir entre 15 e 20 processos em meados de novembro.

O deputado esteve nesta terça-feira com o presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PC do B-SP), formalizando o pedido.

O presidente do conselho também entregou a Aldo a relação dos 14 deputados suspeitos de envolvimento com a máfia das ambulâncias que ainda não foram notificados em seus gabinetes. A notificação desses parlamentares será publicada amanhã em edital no "Diário Oficial da União", no "Diário do Congresso Nacional" e em um jornal de grande circulação.

Izar afirmou que a citação por edital não vai atrasar o andamento dos processos, pois o prazo é contado pelo número de sessões do plenário --próxima sessão deve acontecer em 2 de outubro.

Substituição no conselho

Ricardo Izar pediu ainda que o presidente da Câmara providencie a substituição do deputado Robson Tuma (PFL-SP) no conselho. Tuma era relator de dois processos no colegiado, mas abriu mão de relatá-los porque foi o autor da denúncia. O substituto será indicado pelo PFL.

Com Agência Câmara

Leia mais
  • Conselho vai notificar 14 deputados do caso sanguessuga por edital; veja lista
  • CPI dos Sanguessugas denuncia 72 parlamentares; veja lista
  • CPI dos Sanguessugas absolve 18 parlamentares

    Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página