Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/09/2006 - 21h20

Tasso Jereissati diz que Lula está sob suspeita

Publicidade

da Folha Online

O presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), condenou nesta quarta-feira suposta compra de dossiê contra tucanos pelo PT e afirmou que a denúncia coloca o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob suspeita.

Segundo Tasso, é urgente que o PT explique a origem dos R$ 1,7 milhão apreendidos com Gedimar Pereira Passos, advogado e ex-policial federal, e Valdebran Padilha da Silva, filiado ao PT do Mato Grosso, e que supostamente seriam usados na compra do dossiê.

"Há fortes suspeitas de tratar-se de dinheiro roubado do povo. Quem roubou? Como e de onde? Essa é a questão fundamental. Não vamos nos calar até que isso seja esclarecido", afirmou.

O presidente do PSDB lembrou ainda a proximidade de Lula com o seu ex-assessor especial Freud Godoy --suspeito de ter encomendado o material-- e Jorge Lorenzetti, churrasqueiro do presidente, também envolvido nas denúncias.

"No dia em que vier à tona tudo o que não sabemos este governo vai desmoronar de podridão", disse.

Leia mais
  • Entenda o caso do dossiê contra os tucanos

    Especial
  • Leia cobertura completa das eleições 2006
  • Leia cobertura completa da máfia das ambulâncias
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página