Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/03/2007 - 20h08

Presidente Lula chama usineiros de heróis

Publicidade

da Folha Online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva incluiu nesta terça-feira mais um grupo de brasileiros entre aqueles a quem define como heróis: os usineiros. Na semana passada, Lula chamou os ministros do seu governo de heróis, pois recebem salários menores do que que receberiam na iniciativa privada.

"Os usineiros de cana, que há dez anos eram tidos como se fossem os bandidos do agronegócio neste país, estão virando heróis nacionais e mundiais, porque todo mundo está de olho no álcool. E por quê? Porque têm políticas sérias. E têm políticas sérias porque quando a gente quer ganhar o mercado externo, nós temos que ser mais sérios, porque nós temos que garantir para eles o atendimento ao suprimento", afirmou o presidente, ao discursar durante evento na cidade de Mineiros (GO).

O trabalho desenvolvido pelos usineiros se tornou evidente no início do mês, quando Lula recebeu o presidente norte-americano George W. Bush para discutir a produção de biocombustíveis a partir da cana-de-açúcar.

"Quando eu fico vendo os ministros que ganhavam muito bem virem ganhar R$ 7.000, R$ 8.000, eu falo: esses são heróis. Alguns pagam para ser ministros", disse o presidente na semana passada.

Os ministros ganham mais do que R$ 7.000. Eles recebem R$ 8.362,80 mensalmente. Os ministros com mandato parlamentar podem escolher entre o salário do Executivo e do Legislativo --que é de R$ 12.847,20 para deputados. Além disso, alguns ministros participam dos conselho administrativos de empresas, o que eleva suas remunerações. O presidente recebe R$ 8.885,48 por mês.

Aumento

O presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (SP), afirmou hoje que a Casa pode estudar aumento de salário para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus ministros.

Chinaglia disse que irá procurar o governo tão logo os líderes partidários definam o percentual de reajuste que deve ser concedido aos seus próprios salários.

"O salário do Executivo é decidido pelo Congresso. Vamos procurar o Executivo para discutir o assunto, mas ainda não há posição sobre o assunto", afirmou.

Chinaglia disse que concorda com o presidente Lula de que os membros do Executivo recebem muito pouco.

"Nunca conversei com os ministros a esse respeito, mas se compararmos os salários do Executivo com os dos parlamentares e dos judiciários, acho que o presidente ganha pouco", disse.

Leia mais
  • Câmara pode analisar aumento de salário para Lula e ministros
  • Lula diz que ministros são heróis por receberem baixos salários
  • Lula apresenta a Bush tecnologia brasileira para produção de veículos flex
  • Bush deixa o país sem discutir redução da tarifa sobre álcool brasileiro

    Especial
  • Leia cobertura completa sobre o segundo mandato do governo Lula
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página