Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/05/2007 - 12h51

Bolsonaro disse que se identificava com Enéas Carneiro

Publicidade

CLARICE SPTIZ
da Folha Online, no Rio

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) disse nesta segunda-feira que se identificava com o deputado Enéas Carneiro pelo fato de também ser militar. Enéas morreu ontem à tarde, no Rio, vítima de leucemia.

Bolsonaro admitiu que diversas vezes pensou em se filiar ao Prona, partido fundado por Enéas. "Ele (Enéas) foi um homem que em momento algum cedeu às pressões. Era uma pessoa firme", afirmou o deputado.

Bolsonaro disse que, pelo jeito rebuscado de Enéas falar, diversas vezes teve que recorrer ao dicionário para entender o que ele falava. "Por várias vezes tinha que buscar o dicionário para entender o que ele estava falando. Mas sempre tive admiração, carinho e respeito [por Enéas]", afirmou.

O deputado estadual do Rio de Janeiro Édino Fonseca (PR) disse que admirava o Enéas por suas idéias no campo da família, moral e nacionalismo. Fonseca também ressaltou que acompanhou Enéas em seu tratamento e que, mesmo doente, ele não deixou de trabalhar para o partido. "O hospital se transformou em escritório político dele", recordou.

Leia mais
  • Suplente que assumirá vaga de Enéas recebeu 3.980 votos em 2006
  • Ex-mulher diz que Enéas Carneiro preferiu morrer em casa
  • Adiada cremação do corpo de Enéas Carneiro para as 13h
  • Morre no Rio o deputado federal Enéas Carneiro
  • Corpo de Enéas Carneiro é velado no cemitério do Caju no Rio

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Enéas Carneiro
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página