Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/09/2004 - 14h37

Sorrir sem mostrar os dentes revela mais afetividade, diz estudo

Publicidade

da Agência Lusa

As pessoas que sorriem com os lábios unidos, sem mostrar os dentes, são vistas pelos outros como mais afetivas, segundo estudo comparativo sobre o efeito do sorriso.

Segundo o autor do estudo, o psicólogo português Freitas-Magalhães, existem três tipos de sorriso: o largo, quando os lábios deixam ver os dentes; o superior, em que apenas se mostram os dentes de cima; e o sorriso fechado, que esconde os dentes, sem alterar muito a fisionomia do rosto.

De todos, o sorriso fechado parece ser o que melhor traduz a afetividade e é também um "sorriso de sedução", de acordo com o especialista.

Guerra dos sexos

Quanto às diferenças entre sexos, "as mulheres usam mais o sorriso fechado que os homens, daí que sejam vistas como mais afetivas do que eles", afirmou o psicólogo.

O pesquisador afirma ainda que as mulheres sorriem mais socialmente. "Na verdade é uma forma de agradar os outros", diz. É um sorriso quase involuntário, mais verdadeiro e sedutor, considera. Já os homens sorriem "em sinal de dominação", de forma mais voluntária e estratégica, disse.

Em comum, porém, homens e mulheres têm o "sorriso amarelo".

O estudo

Neste estudo, iniciado em final de 2003 e concluído neste ano, colaboraram 400 homens e 400 mulheres entre 18 e 25 anos, todos estudantes universitários, a quem foram mostradas imagens dos três tipos de sorrisos e da face neutra com o objetivo de ver até que ponto condicionavam a percepção da afetividade.

Segundo Freitas-Magalhães, existem apenas estudos sobre a influência do sorriso na percepção da totalidade psicológica da pessoa, dos tipos de personalidade e das suas características, ao contrário desta pesquisa, que recai exclusivamente sobre a percepção afetiva em relação ao sorriso.

O psicólogo apresentará o estudo amanhã na 9ª Conferência Internacional sobre Motivação, que vai até 2 de outubro no Instituto Superior de Psicologia Aplicada, em Lisboa.

Segundo o programa do evento, que acontece a cada dois anos, esta edição abordará a temática da "Cognição, Motivação e Afeto: sua interdependência e inter-relação".

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre afetividade
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página