Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/06/2001 - 14h31

Projeto Genoma do Câncer entra em fase de observação clínica

da Folha Online

O Projeto Genoma Humano do Câncer (GHC) entrou em nova fase a partir desta semana.

Um grupo de 18 médicos e cirurgiões especializados no diagnóstico e tratamento da doença selecionaram pacientes e passaram a observar as alterações nos tumores, com base nas informações genéticas desenvolvidas na primeira etapa das pesquisas. A equipe de estudo também possui patologistas e epidemiologistas.

A primeira etapa do projeto, desenvolvida com o apoio da Fapesp e do Instituto Ludwig de Pesquisas sobre o Câncer, revelou sequências genéticas de tumores atingiu um milhão.

O trabalho do Genoma Clínico conta com financiamento de US$ 1 milhão. Durante dois anos, os pesquisadores farão a coleta de material biológico e de dados clínicos de pacientes portadores de câncer para verificação da evolução clínica de tumores e da resposta ao tratamento a que estão se submetendo.

As informações colhidas vão para um banco de dados e, em seguida, serão transmitidas a laboratórios dedicados à análise da expressão genética (alterações do DNA) de células tumorais.

Foram estabelecidos quatro tipos de incidência para esse acompanhamento: tumores gastrointestinais, tumores neurológicos (gliomas), tumores de cabeça ou pescoço, e doenças linfo-proliferativas, como o linfoma.

Os pesquisadores envolvidos no projeto são da Unifeso (Universidade Federal de São Paulo), USP (Universidade de São Paulo), Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, Univap (Universidade do Vale do Paraíba), Hospital Heliópolis, Hospital Sírio e Libanês, e Centro Infantil Boldrini de Campinas.

As informações são da Agência Brasil.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página