Colunas

Quero Ser Mãe

16/04/2004

Espaço do leitor 2

OLIGOSPERMIA

Cara Dra. Cláudia

Recorro-me à sua experiência e sensatez porque eu e marido estamos tentando ter um filho há um ano, sem resultados positivos. Devido a este insucesso, fizemos um espermograma em meu marido e ficou constatado uma discreta oligoospermia (cerca de 19,2mi/ml). Os outros valores hormonais como FSH, Prolactina e etc estão dentro dos padrões de normalidade.

Moramos aqui na Alemanha e o urologista dele disse que a nossa única saída seria inseminação artificial.

Existe algum tratamento para corrigir esta oligoospermia? Com estes valores é mesmo impossível engravidar?

Obrigada pela atenção,

Sandra Dias

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Cara Sandra, A infertilidade é um problema conjugal. Vou responder sua pergunta supondo que a parte feminina já tenha sido investigada e não tenha sido encontrado nada.

Inicialmente, o espermograma pode ser influenciado por diversas variáveis. O tempo de abstinência antes da coleta, o tempo de transporte, o método da coleta, a temperatura durante o transporte e condições do paciente na época do exame podem influenciar no resultado. Portanto, pelo menos duas analises devem ser feitas antes de dar o diagnóstico.

A concentração espermática é considerada normal quando maior de 20 milhões/ml, o que não quer dizer que pacientes com concentrações menores não possam gerar uma gestação espontânea.

Existem várias etiologias para a oligoespermia, desde fatores comportamentais (idade,tabagismo, etilismo, drogas, etc) até fatores obstrutivos ou inflamatórios como a varicocele. Existe também a oligoespermia idiopática, isto é, aquela que não se sabe a causa. Cabe ao seu urologista tentar determinar uma provável causa e tratá-la, se possível.

A inseminação artificial é um método de reprodução assistida considerado de baixa complexidade e que se aplica perfeitamente a casos de oligoespermia leve sem outras patologias associadas. Tem bons resultados nestes casos.

SOP

Boa tarde, Dra. Cláudia,

Eu tenho 26 anos, tenho ovários policísticos e há três anos tomo Selene, o problema é que eu engordei muito.

Gostaria de saber se posso tomar o Yasmin pois não retém liquido.

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Prezada Dani

Para quem é portadora de Síndrome dos Ovários Policísticos, tomar Yasmin não apresenta nenhuma contra-indicação.

A facilidade em ganhar peso é uma condição muito freqüentemente associada à Síndrome dos Ovários Policísticos e em geral, é devido a uma tendência pessoal. Muitos estudos científicos mostram que a pílula contraceptiva, seja ela qual for , não colabora para o aumento de peso, apesar dessa aparente relação.

Abraços

Cláudia Gazzo


ABORTO ESPONTÂNEO

Oi Cláudia,

Navegando na internet descobri o seu site e os casos de inúmeras leitoras com o mesmo problema que eu. Tenho 24 anos e no final de outubro de 2003, após o primeiro mês sem tomar pílula para poder engravidar, obtive resultado positivo. Apesar da alegria do resultado tão desejado, eu e meu marido sequer conseguimos festejar, pois semanas seguintes ( 01/11/03) começou um sangramento igual ao de uma borra de café.

Imediatamente procurei meu medico e foi feito exame que a principio estava tudo bem com o nenen, mas não conseguimos ve-lo pois estava muito recente.

Assim, foram feitas vários outros exames até visualizar a visicula vitelinea, no entanto como não se conseguia ver o embrião, o medico solicitou que voltasse na semana seguinte para tentar ver o embrião, pois aí sim tinha que obrigatoriamente aparecer pois estaria por aproximadamente 6 a 7 semanas.

Quando retornei o medico viu que a vesícula estava muito maior do que a semana seguinte (o que não podia pois segundo ele, ela deveria estar menor e o embrião maior) e viu um possível embrião sem batimento cardíaco, quando foi diagnosticado o aborto retido.

Assim antes de realizar a curetagem fiz outro exame e nada havia modificado, tudo estava na mesma, o embrião estava realmente morto.

Realizei a curetagem e sai do hospital no mesmo dia, e fiquei sangrando (não era sangue, mas sim uma pequena borra de café) por quase 30 dias. Quando recebi alta medica após outro exame, iniciei relações com meu marido, que até então não poderia pois estava de resguardo.

Mas, como não poderia tomar pílula novamente, pois não queria tendo em vista que quero engravidar o quanto antes, foi recomendado o uso de camisinha, mas tenho um pouco de irritabilidade quanto o látex utilizado nela, então eu e meu marido, decidimos que o único jeito seria gozar fora (o que sei que não é 100%).

Agora estou sentindo umas pontadas no lado direito do útero, assim como eu senti quando fiquei gravida. Estou com receio de que possa estar gravida.

Seria muito arriscado? Em caso positivo, devo ficar sem fazer muito exercícios físicos (para não causar aborto) até que venha minha menstruação para ter certeza de que não estou? Tem chances novamente de ter um outro aborto retido? Se fizer o teste de gravidez agora nesta fase ira aparecer (Não tive ultima menstruação, meu ultimo dia de borrão de pós-curetagem foi em 28/12/03)? Em caso negativo essas pontadas são normais?

Obrigada

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Prezada leitora

Após uma curetagem, recomenda-se que o casal tente engravidar a partir da segunda menstruação normal da paciente. Porém, a ovulação, nestes casos, pode retornar logo na terceira semana pós-procedimento. A contracepção, assim considerando, está indicada.

Em termos gerais, nenhum sintoma precoce é específico de gravidez (dor em pontada, etc). Somente o teste sangüíneo para dosagem do beta-HcG dá diagnóstico de certeza.

Cientificamente não há nada que comprove que os exercícios físicos leves ou moderados sejam a causa de abortamento, no entanto, perante uma ameaça de abortamento, o repouso é aconselhável, muitas vezes obrigatório.

Abraços

Cláudia Gazzo


ANTICONCEPCIONAL

Se eu tomar Diane 35 sem parar, uma cartela atrás da outra, vou menstruar normalmente ou não? Ou só quando parar?

Desde já agradeço a atenção dispensada.

Obrigada

Alessandra

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Prezada Alessandra

Quando se emenda uma cartela atrás da outra, não ocorre sangramento em geral.

Atenciosamente

Cláudia Gazzo


SOP

Tenho uma dúvida. Tenho a síndrome dos ovários micropolicísticos, por isso meu ciclo menstrual é extremamente irregular, tenho também intolerância ao uso de anticoncepcionais, portanto meu método contraceptivo é a camisinha.

Bem, minha menstruação está atrasada há duas semanas, mus seios estão extremamente doloridos embora saiba que meu ciclo não seja regulado, sempre acabo ficando com medo de uma gravidez indesejada. Fiz um exame de farmácia e deu negativo, mas também não confio muito. Meu último relacionamento sexual foi com preservativo, e uma semana antes da data que deveria menstruar... há possibilidade de gravidez ainda assim? ou devo confiar nesse teste de farmácia?

muito obrigada

juli

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Prezada Juli

A mulher portadora de Síndrome dos Ovários Policísticos não ovula regularmente, portanto não menstrua de modo previsível. Desse modo, torna-se difícil prever quando ocorrerá uma ovulação espontânea e consequentemente uma gravidez.

Os testes urinários nem sempre são confiáveis, portanto, na dúvida convém realizar o teste de sangue chamado beta HcG.

Como a falta de ovulação, no seu caso conseqüente à Síndrome dos Ovários Policísticos, pode acarretar disfunção ovariana, convém tomar algo que ou mantenha seus ovários em repouso, o que impedirá o aparecimento de microcistos, ou que induza à ovulação , caso uma gravidez seja deseja. A anovulação crônica pode, ao longo do tempo, causar outros problemas para a saúde no futuro, tal como diabete, hipertensão arterial e câncer do endométrio (camada glandular que reveste a cavidade uterina).

Abraços

Cláudia Gazzo


SACO GESTACIONAL

Olá Dra.

Necessito de informações maiores sobre a ocorrência de dois sacos gestacionais, porém, apenas foi visualizado um embrião em um deles.

O ultra-som foi feito com seis semanas, e foi intravaginal. Existe a possibilidade, ainda, de existir o segundo embrião? Caso isso não ocorra, existe algum risco na gravidez?

POR FAVOR ME RESPONDA, ESTOU MMMUUUIIITTTOOO ANSIOSA, POIS É MINHA PRIMEIRA GRAVIDEZ...

Obrigada.

Maria Teresa

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Prezada Maria Teresa

O ultra-som intra-vaginal realizado com 6 semanas para avaliação obstétrica por profissionais especialistas em Medicina Fetal raramente revela erro diagnóstico, ou seja, se com esse tempo de gravidez um embrião de uma possível gestação dupla não foi visto, provavelmente não aparecerá futuramente. Caso haja alguma diferença entre o cálculo da idade gestacional e o tempo de gravidez real, então pode ser possível que o segundo feto possa ser identificado com o avançar do tempo.

Abraços

Cláudia Gazzo


SALPINGE

Oi! Sou Delma tenho 32 anos, não tinha engravidado antes então tive uma gravidez anembrionada em setembro em 2002. Depois foi descoberto que tinha hidrosalpinge na trompa direita, depois disso não engravidei mais. O que devo fazer?

Resposta da dra. Cláudia Gazzo

Prezada Delma

Se já faz mais de um ano que está tentando engravidar, o casal deveria passar em consulta para pesquisa básica da infertilidade conjugal. Considerando o antecedente de gestação anembrionada, esse fato não influi a não ocorrência de uma gestação futura. Em relação a hidrossalpinge na tuba direita, o importante, então é saber em que estado a tuba esquerda se encontra. Se estiver normal, mesmo assim, todos os demais fatores devem ser investigados.

Abraços.

Cláudia Gazzo


SOP

Oi gostaria de saber se com ovários policísticos é possível engravidar? Tenho muita vontade de engravidar mas não ovulo direito, pode me ajudar?

Resposta de Cláudia Collucci

Olá, vc precisa procurar o seu ginecologista e, junto com o seu marido, começar uma investigação, que inclui exames hormonais, raio x das trompas, ovários e útero, além de espermograma do seu marido.
Abraços
Cláudia Collucci


ESPERMATOZÓDES

MEU MARIDO FEZ UM ESPERMOGRAMA, PELO RESULTADO, A CHANCE DE ELE ME ENGRAVIDAR É A MÍNIMA POSSÍVEL...SERÁ QUE TEM ALGUM REMÉDIO QUE ELE POSSA TOMAR????

Resposta de Cláudia Collucci

Até onde sei, não há remédios que comprovadamente melhorem a capacidade espermática a ponto de influir na taxa de gravidez. O correto é que o seu marido seja acompanhado por um urologista em uma investigação
sobre os motivos dessa baixa espermática.
Abraços
Cláudia Collucci

APOIO PSICOLÓGICO

Claudia, leio com freqüência suas matérias na internet, Gostaria de uma orientação sua a respeito de grupos de apoio psicológico à mulheres com infertilidade. Moro no Rio de Janeiro e gostaria muito de ter acesso a esse tipo de grupo. Por favor me oriente.

Atenciosamente

Carolina


Carolina, infelizmente não conheço nenhum. Entre no fórum de discussão (o link está na minha coluna) e pergunte se as meninas conhecem algum. O único apoio psicológico que eu conheço é o dado pelas psicólogas das clínicas de reprodução, mas que só atendem as pacientes das clínicas.
Abraços
Cláudia Collucci


CLOMID

Olá Claudia, acabei de ler vários depoimentos, alguns parecidos com os meus, meu nome é Janaína e tento engravidar a mais de um e meio, já fiz todos os exames possíveis, meu marido também, os exames deles deu tudo ok! a principio, mas os meus deram algumas coisinhas, tipo não tenho ovulação, estou com um cisto de 2cm em cada ovário e uma pequena inflamação no útero, estou tomando alguns remédios para tratar, ela disse tb que estou com 'cândida', o que é isso. Comecei ontem a 3ª cartela de CLOMID e até agora nada, ela disse pra eu tomar um comprimido por dia a começar pelo 5º dia do ciclo, eu li que tem pessoas que tomam até dois comprimidos por dia, será que não seria o meu caso, não sei mais o que faço, não sei se troco de médica, pq já havia trocado antes dessa última, por favor se puder me ajudar. O que faço para diminuir minha ansiedade?

Obrigada e parabéns pela coluna

Janaína

Resposta de Cláudia Collucci

Janaina, a indicação de um ou dois comprimidos depende do critério médico e da resposta de cada paciente ao tratamento. No caso, a sua ginecologista é a melhor pessoa para lhe explicar porque indicou um e não dois comprimidos. Para diminuir a ansiedade, há vários estudos que indicam a acupuntura como ótimo coadjuvante.
Abraços

Cláudia Collucci


CLOMID 2

Olá Claudia Collucci,

Minha esposa e eu estamos com dificuldades de engravidar, após longo tempo e muitos exames, concluiu-se que tenho uma baixa quantidade de espermatozóides. Meu urologista receitou-me tomar 1/2 comprimido de clomid por dia, para tentarmos estimular a produção de espermatozóides...

Qual seria sua opinião a respeito...

Fred

Resposta de Cláudia Collucci

Fred, existe um consenso entre urologistas brasileiros e estrangeiros de que não há nenhuma evidência de que os indutores de ovulação melhorem a taxa espermática do homem. Há estudos que mostram que pode até haver uma certa melhora, mas, além dela não se manter, não melhora as chances de gravidez. Ou seja, pelo menos para esses médicos, o tratamento é inútil.

Abraços,

Cláudia Collucci


GÊMEOS

Olá Cláudia,

Gostaria de saber se aumenta a probabilidade de ter gêmeos com uma inseminação artificial e o uso de clomid associado

Atenciosamente,
Gisela

Resposta de Cláudia Collucci

O Clomid, assim como qualquer outro indutor de ovulação, pode aumentar as chances de gêmeos já que é possível a maturação de mais de um óvulo.

Abraços

Cláudia Collucci


ESPERMOGRAMA

Estou muito angustiada porque meu marido fez um exame de espermograma e deu uma alteração na morfologia estrita.

Normais 10% sendo que a referencia é de 0 - 4% e consta no exame que a morfologia está comprometida.
Amorfos 90%

Pelo o que verifiquei no restante do exame aparentemente está tudo normal pois está de acordo com as referencias.

Motilidade:
Grau A 50%
B 18%
C 10%
D 22%

Teste de Eosina vivos 99% e Mortos 1%

Concentração espermaotozoides 25 milhões e o total de 75 milhões.
Marcamos o retorno ao urologista, mas gostaria que você me desse a sua opinião sobre o resultado deste exame, o meu marido tem problemas de fertilidade diante deste resultado?

Obrigada desde já.

Glauce

Resposta de Cláudia Collucci

Glauce, qualquer diagnóstico sobre sêmen precisa levar em conta resultados de dois espermogramas, pelo menos, em tempos diferentes. Há muita variação de um exame para o outro. O ideal é que vocês sejam acompanhados por um urologista.
Abraços

Cláudia Collucci


TROMPAS OBSTRUÍDAS

Prezada Claudia:

Tenho 33 anos e estou com as duas trompas obstruídas. Fiz uma FIV no mês de março com os seguintes procedimentos: No segundo dia da menstruação tomei 01 Lupron de 11ml uma vez por dia durante onze onze dias e 03 Pergonais 75 por dia durante 7 dias e no oitavo dia, 2 Pergonais por mais 03 dias e no décimo quarto dia tomei Ovidrel às 21:00 e 36 horas depois foi feita a punção. Durante o tratamento fiz ultra-som 3 vezes e no último que foi feito três dias antes da punção foi observado 4 folículos no ovário direito medindo 2,0cm, 1,49cm, 1,39cm, 1,3cm. No esquerdo 5 folículos de 2,0, 2,0, 1,57, 1,32, 1,41 mm tendo total de 09 folículos. Segundo o médico só foi possível retirar 02 folículos que foram fertilizados e transferidos dois dias após, mas não deu certo. Por favor ajude-me a esclarecer este fato pois será que o médico deveria ter aumentado a dosagem dos medicamentos, uma vez que ele sabia que os folículos não estavam de tamanhos uniformes. Na sua avaliação os procedimentos foram corretos?.. e o insucesso deve-se à causas naturais ou outra qualquer, lembrando que durante o processo tive que enfrentar uma série de problemas emocionais como falecimento de pessoa da família, perda de emprego do esposo, etc.

Pretendo continuar a tentar, quem sabe até com vossa equipe, mas preciso saber dos custos médicos (valor e forma de pagamento), dos medicamentos e qual a expectativa de sucesso.

Pela atenção agradeço antecipadamente,

Atenciosamente,

Leticia

Letícia,
Como você deve saber, a chances de a FIV falhar são muitos maiores do que de dar certo (são 70% de chances de insucesso contra 30% de sucesso em cada tentativa). Não há pesquisas suficientes que relacionem o insucesso a problemas emocionais. O processo da reprodução é ainda é um grande mistério para todos nós. Quanto a sua última dúvida, gostaria de fazer um esclarecimento: essa coluna é um espaço voluntário e puramente informativo. Há vários profissionais que me auxiliam nas dúvidas dos leitores, mas eu não faço idéia dos preços e condições dos serviços de cada um. Você precisaria entrar em contato diretamente com eles.

Abraços
Cláudia Collucci

HISTEROSSALPINGOGRAFIA

Olá, sou Luciana. passo pelos problemas citados no seu texto. Estou tentando engravidar e não sei porque não consigo. Não sei se tenho as trompas uterinas obstruídas ou o que? Fiz ultra-som e nada apareceu de anormal. Meu namorado já pegou gonorréia e nós nos tratamos, se estivesse com as trompas obstruídas teria dado no ultra-som, não é? O que fazer?

Resposta de Cláudia Collucci
Luciana, o único exame que detecta a obstrução das trompas é a histerossalpingografia, que é um raio x das trompas. O ultra-som não consegue fazer essa análise. Além desse exame, é preciso fazer exames hormonais e o seu namorado deve fazer um espermograma. As DSTs ainda que tratadas podem causar alterações no sêmen.
Abraços e boa sorte,
Cláudia Collucci


REMÉDIO

Oi Cláudia, eu e minha esposa fizermos tratamento para engravidar (FIV) e ela teve síndrome de hiperestimulação ovariana. Foi horrível, mas graças a Deus valeu a pena porque agora ela está grávida de 2 meses e o melhor é só um neném! Estávamos com medo de serem gêmeos. Enquanto ela estava com a síndrome o médico receitou Dostinex 0,5mg porque ele disse que isto poderia reduzir a concentração de hormônios que causam esta síndrome. O problema é que, como tudo neste tratamento, este remédio também é muito caro. Compramos o vidro com 8 comprimidos por R$ 185,00 e ela só tomou 4. Como eu li na sua coluna que várias pessoas fazem uso deste medicamento regularmente, pensei em Oferecer estes 4 comprimidos que restaram pela metade do preço oferecido em farmácia R$85,00. Isso seria bom para todo mundo. Nós estamos muito endividados por causa deste tratamento e ainda vem um neném por aí. Quem utiliza este medicamento também irá se beneficiar economizando pelo menos R$100,00. Moro em Belo Horizonte, mas posso enviar para qualquer parte do Brasil por correio e a pessoa faz o depósito na minha conta corrente. Muito obrigado e um abraço!

Resposta de Cláudia Collucci

Fernando, o ideal é vocês entrarem no fórum de discussão e fazerem a oferta diretamente às internautas. É mais dinâmico e, certamente, os resultados serão mais rápidos.
Abraços
Cláudia Collucci

ENDOMETRIOSE

Tenho hoje 33 anos e quero tentar engravidar a partir de Setembro. Há 11 anos fiz uma cirurgia onde tirei um cisto no ovário direito e na época o meu médico disse que era endometriose.

Um ano após, mudei de médico e desde então vou as consultas a cada 6 meses e faço sempre ultra-sonografia transvaginal. Nunca mais tive sintomas ou apareceu qualquer outro cisto . Tomo o Ginera há mais ou menos 10 anos. Quanto tempo antes de engravidar devo parar o anticoncepcional e o ácido fólico?

Você acha que pelo meu histórico deverei engravidar logo ?

Muito obrigada,

Roberta

Resposta de CLáudia Collucci

Roberta, é difícil responder as tuas perguntas porque não há nada tão exato assim. Uma mulher pode parar de tomar a pílula e demorar para engravidar em razão de outros motivos. Outras, terminam de tomar a pílula e já estão grávidas no mês seguinte. Portanto, trabalhe sempre essas duas possibilidades. Quanto Endofolin,os médicos recomendam continuar tomando até o início da gravidez. Mas, não se esqueça: a investigação não deve ser resumir a você. O ideal é que o seu marido faça uma espemograma para saber se está tudo em ordem com ele também.

Abraços e boa sorte,

Cláudia Collucci


ENDOMETRIOSE

Olá Claudia!!!!!! tudo bem? espero que sim. Bem... sou casada á três anos e durante dois e meio estivemos tentando uma gravidez. até descobrir dia 15 do mês passado 'março'que eu sou portadora de endometriose e obstrução tubário bilateral. Por isso só podemos tentar uma gravidez por uma fecundação in vitro e como moramos aqui na Bahia e o custo para esse tratamento é muito caro, gostaria de saber se você poderia nos indicar uma clinica ou algumas clínicas onde pudéssemos fazer esse tratamento gratuito, pois a nossa condição financeira não nos permite pagar o tratamento e o nosso maior sonho é ter o nosso bebê.

Por favor nos ajude se lhe for possível, pode ser até mesmo ai em São Paulo porque tenho dois irmãos que moram ai e se precisarmos poderemos ficar hospedados na casa deles pelo tempo necessário.

Obrigado desde já e que Deus te abençoe!!!!!!

Por favor responda - me precisamos muito de ajuda....

Abraços e até breve! 'EU ESPERO'.....

Resposta de Cláudia Collucci

Laudicéia, os únicos locais que atendem gratuitamente é o Hospital das Clínicas e o Pérola Byngton. Mas, em ambos, a fila de espera é de mais de 10 mil pessoas e não há previsão de quando serão reabertas as inscrições. No Hospital São Paulo, eles fazem o procedimento de graça, mas o casal precisa bancar os medicamentos (mais ou menos R$ 5.000). Infelizmente, não são boas notícias.

Abraços

Cláudia Collucci

HISTERO

Por favor, minha ginecologista me indicou fazer o exame Histerosalpingografia, para saber pq nao consigo engravidar, mas tenho procurado vários lugares e não sei onde fazer. Gostaria de saber se a Sra., mesmo sendo de SP, não saberia me indicar algumas clinicas no RJ que façam este exame.

Desde já agradeço.

Cristiane
Rio de Janeiro - RJ

Resposta de Cláudia Collucci
Cristiane, qualquer laboratório bem-equipado realiza esse exame, que é uma espécie de radiografia das trompas. Não tenho conhecimento dos serviços no Rio, infelizmente, mas entre no fórum de discussão (cujo link está abaixo, e pergunte às meninas.

Abraços

Cláudia Collucci


GRAVIDEZ

TOMEI ANTICONCEPCIONAL (PERLUTAN) DURANTE 06 ANOS E 02 MESES TOMEI (MECIGYNA) FAZEM 04 MESES QUE NÃO TOMO, MAS TAMBÉM NÃO CONSIGO ENGRAVIDAR...O QUE DEVO TOMAR?? GOSTARIA MUITO DE UMA RESPOSTA RÁPIDA!!!

ESTOU AFLITA!!

GRAZIHELLA

Resposta de Cláudia Collucci

GRAZIHELLA,
as investigações da infertilidade devem ser iniciadas após um ano de tentativas de você tiver menos de 35 anos. Se você tiver mais, aconselho que procure um médico ginecologista e fale que você quer avaliar sua fertilidade. Há exames básicos (de dosagens hormonais, raio x das trompas, ultra-som do útero, além do espermograma do seu marido) que podem mostrar como está a sua fertilidade.

Abraços

Cláudia Collucci


LAQUEADURA

Fiz uma ligadura quando tinha 29 anos e agora estou querendo ter um novo bebê com outro parceiro.Tenho 42 anos. Quais são as minhas chances? E quanto seria o custo para isso?

Agradeço pelo retorno em breve.

Resposta de Cláudia Collucci

Mara, é preciso avaliar primeiro se há condições de reverter a laqueadura. Se for possível e se você ainda tiver uma boa reserva ovariana (isso pode ser medido por meio de dosagens hormonais), uma gravidez (com todos os riscos de uma gravidez tardia) pode ser possível naturalmente. Se a reversão não for possível, a alternativa é uma Fertilização In Vitro. Os preços em São Paulo variam de R$ 8.000 a R$ 18 mil cada tentativa.

Abraços e boa sorte

Cláudia Collucci
Cláudia Collucci, repórter da Folha de S. Paulo, é mestre em História da Ciência pela PUC-SP e autora dos livros "Por que a gravidez não vem?", da editora Atheneu, e "Quero ser Mãe", da editora Palavra Mágica. Escreve quinzenalmente na Folha Online.

E-mail: claudiacollucci@uol.com.br

Leia as colunas anteriores

FolhaShop

Digite produto
ou marca