Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
01/11/2004 - 00h15

Bicheiro Miro, pai de Maninho, morre com problemas respiratórios no Rio

Publicidade

da Folha Online

O bicheiro Waldemiro Paes Garcia, 77, o Miro, morreu na noite deste domingo, na clínica Rio Mar, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). O estabelecimento ainda não divulgou um boletim médico oficial, mas ele havia sido internado, há alguns dias, com problemas pulmonares.

Ainda esta madrugada, o corpo de Miro deve ser velado na quadra da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, da qual ele era presidente de honra. O enterro acontece por volta das 13h desta segunda-feira, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap (zona oeste do Rio).

No dia 28 de setembro, o também bicheiro Waldemir Paes Garcia, o Maninho, filho de Miro, foi morto a tiros quando saía de uma academia, em Jacarepaguá (zona oeste do Rio). Ele também era presidente de honra da escola.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Maninho
  • Leia o que já foi publicado sobre bicheiros
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página