Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/06/2005 - 10h18

Sete ficam feridos em confronto entre PM e moradores em favela de SP

Publicidade

da Folha Online

Ao menos sete pessoas ficaram feridas, sendo três crianças, durante um confronto ocorrido na quinta-feira (23) entre policiais militares e moradores da favela Zaki Narchi (zona norte de São Paulo). O tumulto durou cerca de quatro horas.

Segundo a Subprefeitura de Santana/Tucuruvi, responsável pela área, a confusão começou depois que cerca de 40 famílias deixarem o local, acatando uma ordem de despejo pedida pelo Ministério Público --a área estava interditada por causa de um incêndio que ocorreu em dezembro de 2002.

Durante a desocupação, técnicos constataram que um muro na região poderia cair sobre alguns barracos e pediram a retirada de outras famílias. Elas não aceitaram a ordem para deixar o local e começaram a protestar.

Os manifestantes queimaram pedaços de madeira e pneus na avenida Zaki Narchi. O trânsito foi desviado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e a tropa de choque da PM foi chamada.

De acordo a polícia, os moradores jogaram pedras nos PMs, que revidaram com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borrachas.

Durante o confronto, três crianças --uma de 8 anos, uma de 9 e outra de 12-- ficaram feridas. Três PMs, atingidos por pedras, tiveram ferimentos leves. Cinco manifestantes foram detidos e levados ao 9ºDP (Carandiru).

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre reintegrações de posse
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página