Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/03/2006 - 09h49

Celular explode enquanto é recarregado

Publicidade

da Folha de S.Paulo, no Rio

A jornalista carioca Jacqueline Leão, 39, passou pelo mesmo susto que a estudante paulista Carina Zancheta, 14, que, no sábado passado, viu seu celular pegar fogo no bolso da calça

No dia 5, o aparelho de Jacqueline explodiu em seu quarto enquanto a bateria era recarregada. Era do mesmo modelo de Carina, da marca Motorola. Neste caso, ninguém se feriu. Com menos sorte, Carina teve queimaduras de segundo grau na perna.

Jacqueline contou que ela e o marido ouviram um estalo vindo do quarto e um cheiro de fumaça. Com o estouro, a bateria caiu em cima de uma bolsa de náilon e a derreteu. Papéis que estavam próximos começaram a pegar fogo, que foi logo controlado. O aparelho não foi danificado.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Motorola não havia respondido à solicitação de informações até a noite de ontem.

Leia mais
  • Celular pega fogo e causa queimaduras em estudante no interior de SP
  • Saúde pede racionamento de droga anti-Aids
  • Estudantes pedem passe livre em 40 cidades do país
  • Mega Sena deve pagar R$ 2,5 milhões nesta quarta-feira

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre defeitos em celulares
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página