Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/11/2006 - 20h45

Infraero registra 35,5 % de atrasos em vôos de todo país

Publicidade

da Folha Online

A Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) registrou 481 vôos atrasados até as 19h desta terça-feira --cerca de 35,5%. Ao menos 1.355 vôos estavam programados para hoje. Somente os atrasos de mais de 15 minutos são considerados pela Infraero.

Pro causa dos atrasos, controladores de tráfego aéreo voltaram a ser convocados pelo Comando da Aeronáutica. A medida também foi adotada no dia 2 de novembro, quando o setor entrou em colapso devido a uma operação-padrão dos controladores.

Nos principais aeroportos do país os atrasos duraram até uma hora no final da tarde de hoje. No aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos (Grande São Paulo), quatro decolagens e um pouso registraram atraso de até uma hora, de acordo com a Infraero.

No aeroporto de Congonhas, em São Paulo, cinco vôos registraram atraso de até 30 minutos. No Rio de Janeiro, o aeroporto Tom Jobim teve dez vôos atrasados até as 19h. No aeroporto Santos Dumont, dos 73 vôos programados, 15 foram cancelados e 28 registraram atraso. A média dos atrasos era de 40 minutos.

De acordo com a Infraero, não havia tumulto nas salas de embarque, que tiveram movimento normal para uma terça-feira.

Em Brasília, ao menos 27 vôos, dos 89 programados, sofreram atrasos de até 40 minutos, informou a Infraero.

Esquema emergencial

O Comando da Aeronáutica afirmou que o esquema emergencial, que convocou os controladores de tráfego, foi acionado com o objetivo de normalizar as escalas de serviço.

O plano, de acordo com a Aeronáutica, é "um procedimento administrativo previsto na legislação e tem o objetivo de reunir, no menor tempo, todo o efetivo de uma unidade a fim de atender a possíveis situações especiais ou emergenciais".

Durante o período em que o esquema vigorar --ainda não confirmado-, os controladores do Cindacta 1 (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo) deverão permanecer na organização, "de maneira a atender às necessidades operacionais de serviço", diz a Aeronáutica em nota. O Comando afirma que serão cumpridos os horários de descanso e a jornada de trabalho.

Susto

Um avião da TAM, que saiu de Recife com destino a Brasília, teve problemas na aterrissagem no aeroporto de Salvador. A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Ellen Gracie, estava no avião.

De acordo com a Polícia Federal, por volta das 16h30, o avião pousou mas teve um problema em uma das rodas no momento em que aeronave acoplava na passarela de desembarque.

O avião ficou parado no meio da pista e o serviço de manutenção da TAM foi acionado para resolver o problema. A aeronave sofreu o reparou e seguiu para Brasília com a ministra a bordo.

Leia mais
  • Governo admite que crise nos aeroportos deve durar até 2007
  • Aeronáutica convoca controladores para acabar com atrasos em vôos
  • Laudos mostram que passageiros do vôo 1907 não morreram antes da queda

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre atrasos em vôos
  • Leia a cobertura completa sobre a crise no tráfego aéreo
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página