Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/12/2006 - 09h45

Incompleta, Oscar Freire inaugura sua nova cara

Publicidade

RICARDO GALLO
da Folha de S.Paulo

Pressionados pela chegada do Natal, os lojistas da Oscar Freire, nos Jardins (zona oeste de São Paulo), decidiram inaugurar a nova cara da rua antes que a reforma no local esteja concluída. A "entrega" será amanhã, às 10h.

As obras na rua, um dos centros de consumo de luxo paulistano, estarão 90% finalizadas, estima a associação dos lojistas. O restante será feito em janeiro, passado o melhor período do ano para as compras --as festas de final de ano.
Folha Imagem
Operário trabalha na rua Oscar Freire, um dos centros de consumo de luxo de São Paulo
Operário trabalha na rua Oscar Freire, um dos centros de consumo de luxo de São Paulo


Iniciada em outubro do ano passado, a reforma da rua aterrou a fiação elétrica e removeu 100 postes, além de nivelar e substituir as calçadas do trecho entre a ruas Dr. Melo Alves e Padre João Manoel. Ipês foram plantados no espaço antes ocupado pelos postes. Atrasaram, segundo a associação, a iluminação decorativa e as grelhas que cercam os ipês.

O mesmo ocorrerá com o arremate nas calçadas --em trechos próximos às lojas e à sarjeta que ainda não receberam piso. Anteontem, montes de areia e pedra, pisos soltos e placas pelo chão podiam ser vistos na rua. O trecho recuperado abriga 130 lojas, 8 restaurantes, 1 café, 1 hotel e 2 galerias de arte.

Madrugada

A pressa da associação em inaugurar a nova Oscar Freire fez a empresa que coloca as calçadas trabalhar diariamente até 2h da manhã. O barulho incomoda os vizinhos. Cerca de 20 dias atrás, reclamações de ruído excessivo renderam à Potenza, empresa responsável pelo trabalho nas calçadas, uma notificação do Psiu (Programa de Silêncio Urbano). Na ocasião, vistoria dos técnicos da prefeitura constatou que a obra emitia mais de 80 decibéis, superior em muito aos 50 dB permitidos para o período entre 19h e 7h. O Psiu diz que a empresa se comprometeu a não trabalhar mais nas calçadas de madrugada.

A promessa, porém, não foi cumprida. A Renger, subcontratada da Potenza para colocação dos pisos nas calçadas, admite colocar operários para trabalhar além do combinado com o Psiu: nos últimos dias, cerca de 60 profissionais estão trabalhando em dois turnos, alguns deles "além do horário".

O potiguar Antonio Bezerra da Silva, 48, morador de Guarulhos (Grande SP), disse não folgar há mais de 40 dias. "A última foi no dia da eleição [31 de outubro]", disse. Após o fim das obras, Silva, salário de R$ 700 não deve passar tão cedo pelo local --a oitava rua comercial mais luxuosa do mundo, diz pesquisa da Excellence Mystery Shopping International.

"Compro o que preciso em Guarulhos. Quando venho a São Paulo, vou à 25 de Março." O prefeito Gilberto Kassab (PFL) e a representante da Dior no Brasil, Rosângela Lyra, presidente da associação dos lojistas, comandarão a cerimônia amanhã.

Só os favorecidos

A saída dos operários deve ser um alívio para a região. Ao menos é o que indica informe da associação de lojistas e da prefeitura: "No lugar dos operários, homens e mulheres bem vestidos e com a aparência favorecida em todos os aspectos".

A assessoria de imprensa da associação diz que o fim das obras fará mulheres deixarem de andar pela rua de tênis no lugar de sapatos, para conseguir andar nas calçadas quebradas.

A reforma da Oscar Freire custou R$ 8,5 milhões, dos quais R$ 4,5 milhões pagos pela prefeitura, R$ 3 milhões pela operadora de cartões American Express e R$ 1 milhão dividido entre os lojistas. O próximo passo é ampliar a reforma para outras trechos da rua, para além da Padre João Manoel --um protocolo de intenções será assinado amanhã. "A idéia é que seja 70% dos proprietários e 30% da prefeitura", afirma Andrea Matarazzo, secretário de Coordenação das Subprefeituras.

Colaborou EVANDRO SPINELLI, da Reportagem Local

Leia mais
  • Opinião: Rua vira feudo e estacionamento particular
  • Pronta, rua Avanhandava espera só por inauguração

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a rua Oscar Freire

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página