Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/10/2000 - 03h41

Homem mata seis pessoas de sua família em SP

Publicidade

J. M.Silva/Folha Imagem

Homem acusado de
matar a mãe e mais
cinco parentes em SP

da Folha Online
da Agência Folha

Seis pessoas de uma mesma família foram assassinadas na madrugada desta quarta (25), na zona leste de São Paulo. Silas Freire Cantor, 24, é acusado de ser o autor do crime.

Ele confessou ter matado a facadas sua mãe, seu padrasto, um adolescente, duas crianças e o pai delas, todos da mesma família, segundo a polícia. O crime aconteceu na rua Monsenhor Lourenço Giordano, 1.219, região do Parque Paulistano.

Cantor foi preso em flagrante e levado ao 22º Distrito Policial (São Miguel Paulista). Segundo a delegada Adriania Gonçalves, o rapaz confessou os assassinatos e disse ser usuário de drogas.

Cinco vítimas morreram no local. Um ferido morreu antes dar entrada no pronto-socorro. A mãe das crianças mortas também ficou ferida e está internada no PS de Ermelino Matarazzo.

O crime tem características pouco comuns. De acordo com a polícia, todas as vítimas foram assassinadas por objeto cortante, sem aparentar briga - o que intriga os peritos. Na maioria das vezes, este tipo de crime é efetuado por arma de fogo.

Outra suspeita da polícia é de que quem quis matar a família teve a intenção de machucar, já que as facas serviram também para torturar as seis pessoas.

Ainda segundo a polícia não se trata de uma chacina (quando três ou mais pessoas são assassinadas em um mesmo local), mas sim de um múltiplo homicídio, já que foi um membro da mesma família o autor dos assassinatos e não há aparentemente um motivo para o crime.

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página