Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/02/2007 - 07h34

Luxo da Casa Verde impressiona; Vila Maria e Nenê agradam ao público

Publicidade

da Folha Online

O primeiro dia de desfiles no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, levou ao público temas tão diversos quanto Cubatão, imperadores e a TV. Muito luxo nas fantasias, uma visível tentativa de retomar a tradição de Carnavais passados misturada a comedida ousadia foram características presentes ao desfile das primeiras sete escolas paulistanas ontem. O desfile prossegue hoje.

Caio Guatelli/Folha Imagem
Casa Verde fez desfile luxuoso<BR>
Casa Verde fez desfile luxuoso
O desfile até que começou morno, com a Imperador do Ipiranga --recém-chegada do Grupo de Acesso-- cantando a história do aço na evolução das civilizações. Com a X-9 Paulistana, o sambódromo ganhou cores vibrantes em uma apresentação tecnicamente boa e muito atraente em termos visuais. Já a Tom Maior começou com prata um desfile que narrou as reivindicações trabalhistas.

Quarta escola a desfilar, a Império de Casa Verde mostrou que tem grandes chances de levar o tricampeonato. A agremiação da zona norte homenageou diversos impérios --chinês, romano, otomano, egípcio, britânico e brasileiro.

Leonardo Wen/Folha Imagem
Vila Maria falou sobre a cidade de Cubatão
Vila Maria falou sobre a cidade de Cubatão
O luxo pôde ser notado desde a fantasia da comissão de frente (mais de R$ 20 mil por integrante) até o acabamento dos carros alegóricos, que chegaram a utilizar pedrarias. Sheila Mello, a ex-loira do Tchan, mais uma vez defendeu a escola à frente de duzentos e quarenta ritmistas.

Já a Acadêmicos do Tucuruvi, se por um lado não pôde manter o requinte dos adereços apresentados pela Casa Verde, por outro animou o público com seu enredo sobre energias renováveis. Empolgados, grande parte dos componentes da escola cantou o samba do começo ao fim --o que não acontece com boa parte das agremiações.

Robson Ventura/Folha Imagem
Luisa Mell desfilou na Acadêmicos do Tucuruvi
Luisa Mell desfilou na Acadêmicos do Tucuruvi
A Unidos de Vila Maria conquistou a simpatia da arquibancada. Apesar do enredo pouco atraente (Cubatão), a agremiação pareceu ter conquistado a arquibancada com seu samba. Em uma decisão ousada, o carnavalesco Wagner Santos pôs quase todos os componentes com máscaras. Nem as baianas, com suas roupas que faziam referências a bananeiras, escaparam.

A primeira parte dos desfiles no Anhembi foi encerrada com a Nenê de Vila Matilde. Muito bem recepcionada pelo público, a escola da zona leste voltou às raízes e trouxe quase todos os componentes com as suas cores. O azul-e-branco deixou o sambódromo minutos antes das 7h.

Neste sábado, desfilam, a partir das 22h30, Pérola Negra, Vai-Vai, Unidos do Peruche, Mancha Verde, Águia de Ouro, Rosas de Ouro e Mocidade Alegre.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Carnaval
  • Leia a cobertura completa sobre o Carnaval 2007
  • Leia sobre o tempo na Folha Online
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página