Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/06/2000 - 17h02

Policial que tentou dar tiro em sequestrador do Rio é afastado

Publicidade

da Folha Online

A polícia do Rio de Janeiro afastou o policial que tentou dar o tiro no seqüestrador Sandro do Nascimento, que manteve passageiros de um ônibus como reféns no Rio de Janeiro na segunda-feira.

O policial tentou acertar o sequestrador quando ele mantinha uma refém, mas já estava fora do do ônibus. Durante a operação, a refém Geisa Firmo Gonçalves foi morta. Ela recebeu quatro tiros. A perícia carioca ainda investiga de onde vieram esses tiros, se da arma do policial ou do revolver do sequestrador.

O tenente-coronel José Penteado, do Batalhão de Operações Especiais, disse que o policial foi afastado das operações normais, mas não quis incriminá-lo.

Penteado afirmou que o policial errou ao dar o tiro, mesmo não tendo recebido ordem para isso, mas que ele está arrependido, "cabisbaixo" e sem comer no Batalhão. "Nós estamos muito preocupados com ele."


Clique aqui para ler toda a cobertura do caso na página especial Pânico no Rio

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página