Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/08/2001 - 18h06

Bwana Park pode ter sido usado para encobrir contrabando

Publicidade

da Folha Online

O presidente do Ibama, Hamilton Casara, órgão que assumiu hoje a administração do Bwana Park, na zona oeste do Rio, suspeita que o parque pode ter sido usado com fachada pelos proprietários para encobrir a prática de atividades ilegais.

Foram encontradas hoje, em uma sala trancada, pedras semipreciosas e um possível laboratório de empalhamento de animais. "A primeira impressão nos permite levantar, no mínimo, a suspeita de contrabando", afirmou Casara.

Segundo o presidente do Ibama, o delegado Arthur Cabral, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, pedirá amanhã a prisão temporária da herdeira do parque, Eliete Vieira da Silva, caso ela não se apresente.

O Ibama abriu uma sindicância interna para apurar os responsáveis pela omissão na fiscalização do parque. Os primeiros resultado vão sair na próxima semana.

Na semana passada, foram encontrados em um congelador do parque 103 animais mortos. O Bwana Park foi fechado e os 200 animais que ainda vivem lá foram confiscados.

Um filhote de macaco e uma arara estão sendo atendidos em uma clínica veterinária particular e uma equipe do Ibama está tratando dos outros animais.

  • Com Agência Brasil

    Ibama assume administração do Bwana Park, no Rio

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página