Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
28/02/2008 - 17h28

Frota de helicópteros em SP deve aumentar 18% até 2010 e preocupa Aeronáutica

Publicidade

CLAYTON FREITAS
da Folha Online

A cidade de São Paulo deve ganhar 81 grandes helicópteros até 2010, elevando em ao menos 18% o total de aparelhos desse tipo registrados apenas na cidade de São Paulo. Esse dado preocupa o principal órgão de segurança de vôo no país, o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), ligado à Aeronáutica.

Nesta quinta-feira o órgão divulgou uma lista com 49 recomendações de segurança de vôo.

Entre as recomendações estão a de revisão da portaria que estabelece um período mínimo de permanência dos aviões no terminal de Congonhas (zona sul de São Paulo), sugestão à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) que estude a viabilidade de obrigar as aeronaves a instalar o TCAS (sigla para Traffic Allert and Collision Avoidance System), conhecido como sistema de alerta anticolisão, e aperfeiçoamento na infra-estrutura de aeroportos paulistas tais como os de Jundiaí, Bragança Paulista e Sorocaba, de modo a contarem com torre de controle. Esta última recomendação foi dada à Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo).

Das 20 resoluções divulgadas à imprensa --as demais não foram divulgadas na justificativa de que são muito técnicas-- nove delas se referem à infra-estrutura ou normatização de segurança de vôo relacionadas aos helicópteros.

Os itens são resultado de um encontro que reuniu 31 representantes dos governos federal, estadual e municipal, e empresas e entidades ligadas ao setor aéreo.

O brigadeiro Jorge Kersul Filho, chefe do Cenipa, afirmou que as medidas não são obrigatórias, mas cada órgão envolvido terá de ao menos estudar as propostas que foram formuladas. Em relação ao número de menções aos helicópteros --quase metade das que foram divulgadas à imprensa-- ele afirma que não há uma preocupação maior ou menor em relação a esses aparelhos em comparação com outros.

Segundo a Aeronáutica, além de reunir a maior frota do país e a segunda maior do mundo, São Paulo possui próximo ao aeroporto de Congonhas 136 helipontos homologados.

Dicas

Entre as sugestões constantes nas recomendações de segurança de vôo está a de estudar a possibilidade de destinar espaço específico para treinamento de pilotos. Outro item diz respeito a manutenção de cópia atualizada do cadastro de informações dos helipontos existentes em São Paulo, inclusive com dados relativos aos proprietários. A medida, segundo a Aeronáutica, é necessária para rastrear de forma adequada as aeronaves.

Outras sugestões são a de estudo de viabilidade de construção e ativação de heliportos nos aeroportos de Guarulhos e Viracopos, em Campinas (95 km a noroeste de São Paulo), inclusive com possibilidade de operação noturna.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página