Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/07/2000 - 16h33

Refém fala com marido pelo celular e diz que situação já é mais tranquila dentro de banco no Rio

Publicidade

da Folha Online

O comerciante Osvaldo Batista, falou com sua mulher por um aparelho celular e afirma que a situação já é mais tranquila dentro da agência do Unibanco, em Neves, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Sua mulher, que está sendo mantida como refém por três assaltantes dentro do banco, teria dito que os assaltantes não estariam agredindo ninguém e cerca de oito pessoas estariam com ela.

Segundo Batista, ela teria sido feita refém pelos assaltantes ao entrar na agência para retirar um talão de cheques.

A polícia estima agora que haja cerca de 30 pessoas como reféns. A ação da quadrilha começou por volta das 14h30 desta terça-feira (11).

Os três assaltantes que invadiram o banco já soltaram nove reféns, todas mulheres. Aproximadamente 70 policiais cercaram a agência bancária e negociam com o grupo a libertação de outras pessoas.

As informações são da GloboNews e da Rádio CBN.

Leia mais notícias de cotidiano na Folha Online

Discuta esta notícia nos Grupos de Discussão da Folha Online
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página