Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/02/2002 - 18h47

Prefeitura de Campos quer processar Imperatriz Leopoldinense

Publicidade

da Folha de S.Paulo, no Rio

A Procuradoria Geral do Município de Campos notificou a Imperatriz Leopoldinense e ameaça entrar com uma ação contra a escola, exigindo o ressarcimento do patrocínio de R$ 1,8 milhões dado pela Prefeitura para o desfile de Carnaval deste ano.

O procurador Elso Oliveira, alega que a escola recebeu o dinheiro e se comprometeu a falar da cidade na avenida, mas que o enredo "Goytacazes... Tupi or not Tupi in a South American Way" desrespeitou o contrato.

"Não falaram de nada. Não havia uma alegoria na avenida que falasse de Campos. Ela preferiu explorar a antropofagia, falando dos índios goitacás que viveram na cidade", disse Oliveira, para quem a cidade tem "uma história vastíssima que poderia ter sido explorada".

O procurador disse que receberá na segunda-feira a fita com a gravação do desfile para preparar a ação que ameaça impetrar contra a Imperatriz.

Leia mais:
  •   veja site especial sobre o Carnaval
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página