Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/09/2002 - 09h05

Saiba mais sobre o traficante Elias Maluco

da Folha Online

O traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, acusado de assassinar o jornalista Tim Lopes, da TV GLobo, era um dos criminosos mais procurados do Rio. Integrante do Comando Vermelho (CV), ele controla o tráfico de drogas em diversos morros, entre eles, no Complexo do Alemão.

Elia Maluco acumula mandados de prisão e processos por tráfico, homicídio e sequestro.

O traficante já esteve preso sob acusação de sequestro, mas foi solto porque, depois de quatro anos, não havia sentença no processo. Ele foi preso em 1996 pela DAS (Divisão Anti-Sequestro). Em julho de 2000, conseguiu o habeas corpus que garantiu sua liberdade. Estava foragido desde então.

A corregedoria da polícia do Rio investiga se o traficante subornou policiais para não ser detido e se recebeu cobertura para que não fosse localizado. Após o assassinato do jornalista, ele teria ficado escondido em um morro de São Gonçalo.

Desde a morte de Tim Lopes, diversas operações policiais foram realizadas, sem sucesso, na tentativa de localizar Elias Maluco. O governo do Rio oferecia R$ 50.000 por informações concretas que levassem ao traficante.

A polícia chegou a divulgar a possibilidade de ele usar um disfarce, como cabelos compridos, implantados com mega-hair.

Jornalista

Tim Lopes foi assassinado em 2 de junho enquanto fazia uma reportagem para a TV Globo sobre baile funk e aliciamento de menores no Complexo do Alemão.

Segundo a polícia, o jornalista foi levado até a favela da Grota onde foi torturado, assassinado e depois esquartejado e queimado por Elias Maluco e outros traficantes.

Dos nove acusados de envolvimento no assassinato do jornalista, seis estão presos e dois estão mortos. Elias Maluco era o único foragido.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página