Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/03/2003 - 05h20

Leandro de Itaquera faz referência ao sexo; X-9 fecha Carnaval de SP

da Folha Online

Fazendo referência ao sexo e à sensualidade, a Leandro de Itaquera foi a penúltima escola a passar pelo Sambódromo de São Paulo nesta segunda madrugada do Carnaval paulista.

A agremiação da zona leste, que levou mais de 3.600 componentes ao Anhembi, distribuídos em 27 alas, desfilou com um enredo que falava da qualidade de vida e dos pecados capitais.

Os destaques da Leandro, que exaltou o vermelho e branco no sambódromo, foram a atriz Taís Araújo, como rainha da bateria, e um enorme carro abre-alas com um diabo mecânico.

Pouco antes do desfile, a escola desistiu da apresentação que simularia sexo explícito, pelo casal de atores e dançarinos Mike Alves e Maggi Siqueira, no primeiro carro alegórico. O Ministério Público da Infância e da Juventude pressionou a escola para retirar a apresentação.

A Leandro encerrou sua participação às 5h15. Na sequência, a X-9 Paulistana, cinco vezes campeã, fecha o Carnaval paulista.

Passaram hoje pelo Anhembi Império de Casa Verde, Nenê de Vila Matilde, Camisa Verde e Branco e Mocidade Alegre.

Especial
  • Enquete: Quem fez o melhor desfile em SP?


    Especial
  • Fique por dentro do Carnaval 2003

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página