Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/03/2003 - 19h56

Bacalhau do Batata mantém tradição de 41 anos em Olinda (PE)

FÁBIO GUIBU
da Agência Folha, em Olinda

O bloco Bacalhau do Batata manteve uma tradição de 41 anos e desfilou hoje nas ruas de Olinda como a principal atração do Carnaval pernambucano na Quarta-Feira de Cinzas.

A agremiação saiu às 10h30 do Alto da Sé, animada por bonecos gigantes, 30 passistas de frevo e uma orquestra com 45 músicos.

O desfile durou duas horas, e a apoteose aconteceu em frente à prefeitura, onde centenas de foliões aguardavam a passagem do bloco desde o início da manhã.

Quem preferiu esperar a saída do Bacalhau na concentração participou do café da manhã com mungunzá (canjica) oferecido aos foliões há oito anos no local.

O bloco foi criado pelo garçom Isaías Ferreira da Silva, o Batata, com o objetivo de proporcionar um dia de festa aos que trabalharam durante o Carnaval.

Silva morreu em 1993, mas a tradição de sua agremiação continuou. Hoje, pelo menos mais dez "bacalhaus", inspirados no sucesso do Batata, desfilaram na região metropolitana e litoral.

Quatro deles passaram hoje no centro histórico de Olinda, onde mais de 20 blocos circulariam durante o dia. Oficialmente, a última agremiação, Urubu em Folia, iniciaria sua festa às 21h.

O Urso Maluco Beleza, do cantor Alceu Valença, também desfilaria no final da tarde na cidade, sob o comando do artista, a partir da rua de São Bento.

Em Recife também houve festa na Quarta-Feira de Cinzas com a troça As Direitinhas e os bacalhaus do Gordo e do Vavá. No domingo, o bloco Camburão da Alegria, dos policiais militares, realizará seu desfile aberto em Boa Viagem, à beira-mar.

Para os prefeitos de Recife, João Paulo (PT), e de Olinda, Luciana Santos (PC do B), o Carnaval deste ano "superou as expectativas" nas duas cidades.

Segundo a Secretaria da Defesa Social, duas pessoas foram assassinadas nos pólos de animação, na Grande Recife, entre a 0h de sábado e 24h de terça-feira.

No período, a secretaria registrou ainda 59 lesões corporais, 906 "furtos diversos" e apreendeu 561 tubos de lança- perfume e 17 armas de fogo.

Especial
  • Fique por dentro do Carnaval 2003
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página