Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/04/2003 - 21h37

Morre no interior de SP uma das mulheres mais velhas do país

da Agência Folha

Uma das mulheres mais idosas do país morreu hoje em Tatuí (137 km a oeste de São Paulo) por volta das 13h. A professora aposentada Maria Rita de Menezes iria completar 115 anos em setembro deste ano.

Ela estava internada desde a quarta-feira passada na Santa Casa da cidade. De acordo com o hospital, a causa da morte foi insuficiência respiratória.

Segundo seu único filho homem, Zenon, 82, ela estava bem havia pouco tempo, até que uma doença limitou seus movimentos. Além de Zenon, a professora teve também três filhas, 15 netos, 29 bisnetos e 20 tataranetos.

Maria Rita nasceu na cidade de Areias, no Vale do Paraíba, no dia 9 de setembro de 1888, ano da Abolição da Escravatura.

Segundo Lourdes de Menezes, filha do primo-irmão da professora, João Menezes, hoje à noite ela estava sendo velada no Velório Municipal.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página