Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/10/2003 - 23h26

Primeiros grandes blecautes no Brasil ocorreram na década de 80

Publicidade

LÍGIA DINIZ
da Agência Folha

Os primeiros grandes blecautes no Brasil ocorreram na década de 80 e foram provocados por problemas de distribuição de energia, após a interligação dos sistemas das regiões Sul e Sudeste, em 1976.

No dia 18 de abril de 1984, um incêndio na usina de Jaguará, em Minas Gerais, provocou um apagão que afetou 12 milhões de pessoas, em seis Estados, e durou duas horas e quarenta minutos.

No dia 17 de setembro do ano seguinte, uma falha no sistema de distribuição causada por excesso de carga na subestação de São Roque (SP) deixou nove Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste sem luz durante três horas. Em São Paulo, os semáforos ficaram apagados por uma hora e meia. Vários atropelamentos e acidentes foram registrados.

Em 1999, uma descarga elétrica atingiu a subestação da Cesp de Bauru (SP) e provocou o blecaute que atingiu dez Estados e o Distrito Federal a partir das 22h17 de 11 de março de 1999. Pelo menos 76 milhões foram afetadas. A transmissão de energia só voltou ao normal às 3h39 de 12 março.

O maior blecaute deste ano --e da história dos EUA-- atingiu oito Estados norte-americanos e parte do Canadá. A cidade de Nova York recuperou o fornecimento total de energia quase 29 horas depois de ter sido afetada. Especialistas afirmaram que o problema foi provocado pela falta de isolamento entre os sistemas de energia.

Leia mais
  • Previsão para volta de energia em Florianópolis é novamente adiada
  • Fragilidade do sistema na ilha nunca foi discutida, diz prefeita
  • Técnicos sabiam que blecaute poderia acontecer em Florianópolis
  • Para moradores, Florianópolis perdeu parte do encanto com blecaute
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página