Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/09/2001 - 16h34

Ajuda a companhias aéreas dos EUA será votada ainda hoje

Publicidade

da Reuters

Os líderes do Congresso norte-americano eliminaram suas diferenças sobre o plano de ajuda de US$ 15 bilhões às companhias aéreas do país, o que abriu caminho para que a votação definitiva acontece ainda hoje.

"As negociações sobre a legislação das companhias aéreas foram concluídas'', disse o líder do Senado, Tom Daschle, acrescentando que espera uma votação em breve. O pacote tem o apoio das duas alas partidárias tanto na Câmara dos Deputados, quanto no Senado.

O plano inclui US$ 5 bilhões em dinheiro e US$ 10 bilhões em garantias de empréstimos. O projeto de lei também deve limitar as dívidas da American Airlines, controlada pela AMR Corp., e da United Airlines, unidade da UAL Corp., mas os detalhes finais não foram revelados. Os aviões que foram sequestrados para a realização dos atentados pertenciam às companhias.

A indústria aérea, já sofrendo com a desaceleração econômica, foi golpeada pelo sequestro de aviões comerciais, que provocaram a ruína do World Trade Center e de parte do Pentágono no dia 11 de setembro. A tragédia gerou cancelamento e redução maciças das viagens executivas e de turismo no mundo todo.

Leia mais no especial sobre atentados nos EUA

Leia mais sobre os reflexos do terrorismo na economia
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página