Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/08/2007 - 16h19

Crise financeira não afeta investimentos no país, diz Dilma

Publicidade

ANA PAULA RIBEIRO
da Folha Online, em Brasília

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) afirmou nesta quarta-feira que as turbulências nos mercados financeiros não irão afetar os investimentos no país. Ela acrescentou ainda que o país tem condições internas para obter os recursos que são necessários e que o Brasil tem vantagens entre os Brics (grupo de países em desenvolvimento formado por Brasil, Rússia, Índia e China).

"As nossas condições internas possibilitam termos os recursos para financiar nossos projetos do PAC [Programa para Aceleração do Crescimento]", afirmou ela.

Em relação aos investidores estrangeiros, ela afirmou que eles irão participar do processo de desenvolvimento e é por essa razão que o fluxo de recursos ao país continua positivo. Na avaliação da ministra, o Brasil tem vantagens em relação aos demais países do Brics por possuir estabilidade macroeconômica e de contratos.

"Temos estabilidade institucional e macroeconômica. Não temos uma pobreza gritante como outros países. E ainda temos um potencial de mercado interno", afirmou.

Para ela, o país tem condições de combater oscilações no cenário externo por contar com mais de US$ 160 bilhões de reservas internacionais, saldo positivo na balança comercial e um mercado interno em crescimento.

A ministra participou nesta quarta do seminário "Obstáculos e Soluções para o Desenvolvimento da Infra-estrutura", promovido pela Abdib (Associação Brasileira da Infra-Estrutura e Indústrias de Base), em Brasília (DF).

Acompanhe as notícias em seu celular: digite o endereço wap.folha.com.br

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página