Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/12/2001 - 13h18

Memória: incêndio no edifício Joelma matou 188 nos anos 70

Publicidade

da Folha Online

O edifício Joelma, situado no número 225 avenida 9 de Julho, região central de São Paulo, foi palco de uma dos maiores incêndios do país.

No dia 1º de fevereiro de 1974, 188 pessoas morreram e 280 ficaram feridas na tragédia. O incêndio foi causado por uma sobrecarga elétrica no sistema de refrigeração. Entre os vários escritórios comerciais no local, estavam as instalações do banco Crefisul. O imóvel fica próximo da sede da Câmara Municipal.

1.fev.1974/Folha Imagem

Incêndio do edifício Joelma matou 188


Com o estigma do incêndio, o edifício alterou seu nome. Hoje se chama "Edifício das Bandeiras".

Outro incêndio trágico da capital paulista atingiu o Andraus, no dia 24 de fevereiro de 1972, quando 17 pessoas morreram e 336 se feriram. O fogo começou a partir de cartazes de publicidade instalados na marquise.
Dados de 2000 mostram que a capital registra uma média de 27,3 incêndios por dia. No ano passado, foram 9.981 casos, segundo o Corpo de Bombeiros.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página