Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/05/2010 - 10h38

Aneel confirma consórcio vencedor de Belo Monte

Publicidade

HUMBERTO MEDINA
da Sucursal de Brasília

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) confirmou o consórcio Norte Energia como vencedor da disputa pela hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA).

O grupo é formado por nove empresas: a geradora estatal federal Chesf (49,98%), as empreiteiras Queiroz Galvão (10,02%), Galvão Engenharia (3,75%), Mendes Junior (3,75%), Serveng-Civilsan (3,75%), J.Malucelli (9,98%), Contern Construções (3,75%), Cetenco Engenharia (5%) e Gaia Energia e Participações (10,02%).

O leilão aconteceu no último dia 20 de abril. O consórcio Norte Energia se propôs a vender a energia que for gerada pela usina a R$ 78 por MWh (megawatt hora), o que representou um deságio de valor 6,02% em relação ao preço inicial. O consórcio derrotada era formada pelas empresas Andrade Gutierrez, Neoenergia, Companhia Brasileira de Alumínio, Furnas, e Eletrosul.

A usina será a terceira maior do mundo, com potência instalada de 11.233 MW (megawatts). o reservatório da usina ocupará uma área de 516 quilômetros quadrados. As primeiras turbinas começam a funcionar em fevereiro de 2015 e todas as máquinas deverão estar operantes até janeiro de 2019.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página