Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/11/2003 - 10h18

Bradesco compra financeira Zogbi por R$ 650 milhões

Publicidade

IVONE PORTES
da Folha Online

O Bradesco confirmou hoje a compra da financeira Zogbi por R$ 650 milhões.

A Zogbi tem forte presença nas áreas de crédito direto ao consumidor, pessoal, cartão e veículos. A nova aquisição, de acordo com o banco, "representa importante passo estratégico em um setor com grande potencial de crescimento" e será complementar às atividades desenvolvidas pelo Finasa e pelo Banco Postal.

A base de clientes ativos da Zogbi, que chega a 1,5 milhão, possibilitará ao banco a ampliação da oferta de seus produtos de varejo, desde conta corrente até produtos de seguro, previdência complementar e capitalização.

Além dos clientes ativos, a financeira possui 4 milhões de clientes cadastrados, 1,2 milhão de cartões, 67 lojas próprias de financiamento ao consumidor e mais de 11 mil estabelecimentos afiliados aptos para operar os produtos de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) e cartão.

Ao final de setembro, a Zogbi contava com ativos totais de R$ 833 milhões e patrimônio líquido de R$ 335 milhões. As operações de crédito da financeira somavam R$ 520 milhões.

A aquisição envolve também as empresas Promovel Empreendimentos e Serviços Ltda., Zogbi Leasing S.A. Arrendamento Mercantil e Zogbi Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

A operação de compra, porém, ainda está subordinada à aprovação das autoridades competentes e à conclusão de "due diligence" (avaliação financeira) a ser realizada durante o mês de novembro.

Antes do Zogbi, há pouco mais de um mês, a financeira Losango, que pertencia ao banco britânico Lloyds, havia sido vendida para o HSBC .

Os banqueiros parecem apostar que o mercado de crédito ganhou grande potencial de crescimento com as medidas para redução de juros divulgados pelo governo Lula nos últimos meses, como o microcrédito e os empréstimos com desconto em folha.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página