Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
25/10/2000 - 11h58

Boeing prevê pedido de 1.468 aviões na América Latina até 2020

Publicidade

JACQUELINE FARID
do FolhaNews, no Rio de Janeiro

A Boeing anunciou hoje que prevê demanda total de 1.468 novos aviões na América Latina nos próximos 20 anos. Desse total, 415 aviões, no valor de US$ 27 bilhões, deverão ser destinados ao Brasil.

Segundo o vice-presidente de vendas da Boeing para a América Latina, Daniel da Silva, 90% dos aviões em serviço nas frotas das companhias aéreas da região foram produzidos pela companhia.

Sua previsão é de um crescimento anual de 5,8% no tráfego de passageiros no mercado latino-americano entre 1999 e 2019, contra um crescimento mundial de 4,8% no período.

Segundo ele, a demanda por vôos mais frequentes e sem escalas intermediárias deverá fazer com que 85% dos futuros aviões a serem entregues na América Latina sejam jatos regionais ou aviões com um só corredor, como o Boeing 717 e o 737 da nova geração.

O executivo participa dentro de instantes, no Jockey Club do Rio, de conferência sobre a evolução do mercado aéreo na América Latina.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página