Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/03/2004 - 08h44

Guerra das "Colas" utiliza cantoras pop

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Em roupas minúsculas, feitas a mão --em ouro, prata e cobre-- as "atrizes-modelos-cantoras" Britney Spears, Pink e Beyoncé Knowles protagonizam a nova campanha da Pepsi na primeira ação de mídia mundial da marca em 2004. O que a Pepsi quer é o mesmo que a Coca-Cola, sua arqui-rival, está se esforçando para fazer no Brasil: levar o jovem a beber mais refrigerante.

Ao som de "We will rock you", da banda inglesa Queen, as três celebridades interpretam o papel de gladiadoras prontas para lutar contra leões em uma arena na antiga Roma. No papel de imperador está Enrique Iglesias, o cantor filho de Julio Iglesias.

Para ter as moças na TV, a Pepsi fechou um pacote milionário de contrato com as cantoras, segundo informam agências internacionais. Para Britney, por exemplo, a Pepsi fechou um acordo que inclui pagamento de US$ 5,7 milhões para que ela apareça em campanhas da marca neste ano.

O filme começou a ser veiculado nesta semana no Brasil, onde a marca tem 13% do mercado de refrigerantes de cola. A Coca-Cola tem mais de 50%.

Durante três minutos, as moças cantam o refrão da música com o apoio de tambores e centenas de figurantes numa gravação realizada em Roma, no mesmo estúdio em que Martin Scorsese filmou "Gangues de Nova York". Entre os figurantes do filme estão dois integrantes do Queen: Brian May (guitarristas) e Roger Taylor (baterista).

No Brasil a AlmapBBDO fez as adaptações da campanha para o país e a ação de mídia (planejamento e coordenação da campanha). A criação é da agência AMV/BBDOO.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página