Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/03/2005 - 10h28

Audi rompe parceria de mais de dez anos com família de Ayrton Senna

Publicidade

da Folha Online

A Audi anunciou ontem o fim da parceria de mais de dez anos com a família Senna na Audi Senna --responsável pela distribuição de veículos de luxo da marca Audi. A montadora alemã --pertencente ao grupo Volkswagen-- comprará os 49% de participação da família Senna na empresa, que será transformada em Audi Brasil Distribuidora de Veículos. O capital da nova subsidiária será 100% da Audi.

Segundo a Audi, essa operação ocorreu com o "pleno entendimento" entre as partes. A empresa informou que "futuras cooperações entre as duas empresas são possíveis".

"A Audi continua trabalhando em conjunto com o grupo Senna na área social, pois mantém uma aliança estratégica exclusiva em um dos programas do Instituto Ayrton Senna", disse Ralph Weyler, diretor mundial de vendas da Audi.

A parceria entre a Audi e o grupo Senna começou em 1993, através de contrato exclusivo para a venda dos veículos da marca Audi através da Senna Import --empresa fundada pelo tricampeão mundial de F-1, Ayrton Senna.

Em 1994, a Senna Import iniciou as vendas dos veículos da marca Audi. Em dezembro de 1999, a Audi assinou um contrato com a Senna Import para a fundação da Audi Senna, que começou a operar em janeiro de 2000.

De 1994 a 2004, a Audi vendeu mais de 64 mil veículos no mercado brasileiro. Só no ano passado foram vendidos 6.200 veículos no Brasil e cerca de 9.100 veículos na América do Sul.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a Audi
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página