Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/08/2005 - 12h58

Desafio da Previdência é melhorar atendimento, diz novo secretário

Publicidade

ANA PAULA RIBEIRO
da Folha Online, em Brasília

A melhora do atendimento aos segurados e beneficiários da Previdência Social é o maior desafio do ministério hoje. Para o novo secretário-executivo do ministério, Carlos Eduardo Gabas, o serviço prestado hoje é "constrangedor".

"Quando o segurado tem que chegar um dia antes [na fila de atendimento], isso é constrangedor", disse ele, que tomou posse hoje.

Ele admitiu ainda que isso acontece porque a estrutura em que os servidores trabalham é deficitária, o que gera estresse dos dois lados. "Nós precisamos cuidar para que tenhamos cidadania do lado de lá e do lado de cá do balcão."

Para ele, a falta de estrutura e a baixa qualidade do atendimento aos servidores e beneficiários é fruto de equívocos de planejamento. No entanto, ele pediu que todos trabalhem juntos para que o objetivo do ministério, que é melhorar o atendimento, seja atingido.

"Eu não tenho dúvida de que nós temos muito trabalho. A responsabilidade é muito grande. Os servidores têm que entender a grandiosidade dessa casa", disse.

"A Previdência não pode mais ser manchete de jornal com velhinho estendendo cobertor um dia antes para ser atendido", protestou.

Além da melhora do atendimento, ele vê que a redução do déficit também é importante.

O ministro Nelson Machado também reforçou a necessidade de melhorar o atendimento ao beneficiário e o combate à fraude. Para ele, isso só será possível com mais investimento em tecnologia da informação.

Gabas substitui Levy Leite. Antes de ser secretário-executivo, ele era superintendente do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em São Paulo. Funcionário de carreira desde 1986, é formado em ciências contábeis e já foi diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a Previdência Social
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página