Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/02/2005 - 16h23

Brasil planeja criar escola para filhos de brasileiros no Suriname

Publicidade

da Folha Online

O ministro da Educação, Tarso Genro, e o assessor especial da presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, permanecem em Paramaribo até o fim da tarde de hoje para participar de encontro com a comunidade brasileira do Suriname.

A permanência de Tarso Genro e Marco Aurélio Garcia no país vizinho foi determinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro e o assessor devem chegar ao Brasil na noite desta quarta-feira.

Lula pediu a Tarso Genro que apresente projeto para viabilizar a implantação de uma escola de nível fundamental para filhos de brasileiros naquele país. Os estudos técnicos devem ser desenvolvidos ao longo deste ano para que a escola seja implantada em 2006. O presidente pediu ainda que o ministro providencie a concessão de, no mínimo, dez bolsas de estudos para graduação a estudantes surinameses no Brasil.

O ministro citou iniciativas do ministério da Educação como exemplos de inserção no processo de integração econômica e cultural com outros países. "Destacamos os professores de português no Timor Leste, a organização da universidade pública em Cabo Verde e as escolas bilíngües", disse Tarso Genro.

Com informações da Agência Brasil

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre relações entre Brasil e Suriname
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página