Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/04/2007 - 10h04

Computador em escola não melhora nota

Publicidade

da Folha Online

Reportagem publicada na edição desta segunda-feira da Folha revela que o uso de computadores nas escolas não melhorou o desempenho dos alunos em português e matemática. A conclusão é de dois estudos feitos a partir dos resultados do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), aplicado pelo MEC (Ministério da Educação).

"Comparando alunos de mesmo perfil socioeconômico e no mesmo ambiente, a média em matemática em escolas públicas ou privadas onde estudantes têm acesso a computadores não difere de forma significativa da de crianças em escolas sem computador ou internet", afirma a reportagem.

De acordo com o texto, o único efeito positivo do uso de computadores em escolas aparece quando o aluno tem acesso também em casa.

Um dos pesquisadores, o economista Naercio Menezes Filho, professor da Universidade de São Paulo, diz que a falta de efeitos positivos pode ser explicada por como os equipamentos têm sido usados. "Talvez esteja faltando em muitas escolas um professor que oriente o aluno a usar o computador, enquanto em casa essa tarefa está sendo feita pelos pais."

Outra pesquisadora, Maresa Sprietsma, do Centro de Pesquisas Econômicas Européias, aponta dois diferentes problemas: o de que os alunos que usam o laboratório fora do horário escolar deixam de fazer atividades importantes para o aprendizado; e o de que as escolas que investiram em informática tiraram dinheiro de outros recursos pedagógicos.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre computadores em escolas
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página