Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/03/2004 - 08h41

Aprenda a fazer papillote de peito de pato com laranjinhas

Publicidade

da Folha de S.Paulo

As calorias da receita de hoje estão "transbordando" --o número é bem alto. Mas a forma de cozimento leve e saudável do papillote compensa. A técnica de levar o alimento para o forno feito um pacotinho embalado em papel-alumínio usa muito pouco óleo. Confira abaixo.

Papillote de peito de pato com laranjinhas
Calorias:
1.214
Carboidratos: 40 g
Lipídeos: 81 g
Proteínas: 81 g

Ingredientes (para 4 pessoas)
800 g de peito de pato (4 unidades) cortado em pedaços menores (3 pedaços para cada peito), 4 colheres (sopa) de azeite extravirgem, uma cenoura ralada, 500 g de laranjinhas "kinkan" cozidas e finamente fatiadas, 100 g de açúcar, sal e pimenta-do-reino a gosto, 4 raminhos de tomilho fresco, 80 g de manteiga, 4 folhas duplas de papel-alumínio (30 cm x 40 cm).

Modo de fazer

As laranjinhas: com uma colher de chá, tire o miolo de cada laranjinha. Afervente por três vezes as cascas, trocando a água a cada vez, para que saia o sabor amargo das laranjas. Na última água, acrescente o açúcar e cozinhe até formar uma calda fina. Deixe esfriar. Corte as laranjinhas em fatias finas e conserve dentro da calda de açúcar.

O papillote: unte um dos lados da folha de papel-alumínio com uma colher (sopa) de azeite de oliva. Coloque os pedaços de pato sobre o papel untado, temperando a gosto com sal e pimenta-do-reino. Sobre o pato, coloque uma quarta parte da cenoura ralada e duas colheres (sopa) da laranjinha picada com um pouco da calda doce, por último, coloque um raminho de tomilho fresco. Acrescente 20 g de manteiga em pedacinhos. Feche primeiro a parte superior do papillote e, depois, as pontas, para que fique hermeticamente lacrado (o segredo do resultado). Asse em forno aquecido a 180, durante 20 minutos. Abra o papillote somente na hora de servir, acompanhado de batatas sautées ou purê de batatas-doces.

Receita do chef Eduardo Poccard, do Quinta do Museu.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página