Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/04/2006 - 10h54

Técnico Toninho Cerezo deixa o comando do Guarani

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Toninho Cerezo não é mais técnico do Guarani. Ele pediu demissão ontem, dois dias após o time ser goleado por 5 a 1 pelo Flamengo, na Copa do Brasil.

Com o resultado, o Guarani precisa tirar a diferença de quatro gols no jogo de volta das oitavas-de-final do torneio.

Cerezo, que ainda deve comandar a equipe hoje, contra o CRB (AL) em Campinas, em partida válida pela série B do Campeonato Brasileiro, disse que a decisão é "irreversível".

A crise no clube se instalou após o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Paulista.

Com isso, a equipe campineira, que já foi campeã brasileira, chegou ao quarto rebaixamento na gestão do presidente José Luiz Lourencetti.

Na segunda-feira, os torcedores, revoltados com a queda, protestaram no Brinco de Ouro. Um tumulto se formou na porta do estádio, e a Polícia Militar precisou intervir com bombas de efeito moral para conter os fãs mais exaltados. A torcida pede a saída de Lourencetti.

Especial
  • Leia cobertura completa do Campeonato Brasileiro-2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página