Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/07/2006 - 18h03

Klose tem pior desempenho de um artilheiro desde 1962

Publicidade

ANDRÉ LUÍS NERY
da Folha Online

Terceiro alemão a ser artilheiro de uma Copa do Mundo, o atacante Miroslav Klose teve o pior desempenho de um goleador do torneio desde 1962, quando seis atletas dividiram a ponta com quatro tentos.

Klose repetiu o feito de seus compatriotas Gerd Müller, que anotou dez em 1970, no México, e de Edmund Conen, que fez quatro em 1934, na Itália, e dividiu a ponta da artilharia com o italiano Angelo Schiavio e com o tcheco Oldrich Nejedly.

Klose anotou cinco vezes no Mundial, menor número dos últimos 44 anos. Em 1962, Garrincha, Vavá (Brasil), Florian Albert (Hungria), Drazen Jerkovic (ex-Iugoslávia), Valentin Ivanov (ex-URSS) e Leonel Sánchez (Chile) fizeram quatro gols cada um.

Em 1966, o português Eusébio foi o goleador com nove gols. Quatro anos depois, o alemão Gerd Müller teve um desempenho ainda melhor e fez dez. Em 1974, o polonês Grzegorz Lato foi o homem-gol do torneio, com sete.

Entre 1978 e 1998, todos os goleadores dessas edições finalizaram com seis tentos --o argentino Mario Kempes (1978), o italiano Paolo Rossi (1982), o inglês Gary Lineker (1986), o italiano Salvatore Schillaci (1990), o russo Oleg Salenko e o búlgaro Hristo Stoitchkov (1994) e o croata Davor Suker (1998).

O barreira dos seis gols foi quebrada pelo brasileiro Ronaldo em 2002, quando fez oito na campanha do pentacampeonato. Na Alemanha, porém, o desempenho dos atacantes foi pífio, tanto que oito jogadores terminaram em segundo na artilharia, com três gols.

Leia mais
  • Fifa "maquia" público de 50 e transforma Copa-06 na de 2ª melhor média
  • Buffon não bate recorde de Zenga, mas supera invencibilidade de Leão
  • Zidane é o 4º jogador a fazer gols em duas finais de Copas

    Especial
  • Vote:O título da Itália foi justo?
  • Leia cobertura completa da Copa do Mundo-2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página