Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
12/07/2006 - 14h18

Com Lippi e Klinsmann, 14 técnicos já deixaram seleções da Copa

Publicidade

da Folha Online

Com as saídas de Marcello Lippi e de Jürgen Klinsmann do comando de Itália e Alemanha, respectivamente, 14 seleções que participaram da Copa do Mundo-2006 já sofreram mudanças no comando técnico.

Lippi deixou o comando da Azzurra, apesar de ter levado a equipe ao tetracampeonato mundial. Klinsmann, que conduziu a Alemanha ao terceiro posto, também contava com a simpatia dos dirigentes de seu país para continuar no cargo, mas preferiu sair.

Inglaterra, Argentina, Austrália, Coréia do Sul, Costa Rica, Costa do Marfim, Irã, Japão, México, Polônia e Trinidad e Tobago, além da ex-Sérvia e Montenegro, também não contam mais como os treinadores que estavam no Mundial.

Outras seleções também podem mudar de treinador, como a do Brasil, em que a CBF ainda não confirmou se Carlos Alberto Parreira continua, e a de Portugal, em que Luiz Felipe Scolari pode sair.

Com agências internacionais

Especial
  • Leia cobertura completa da Copa do Mundo-2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página