Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/02/2001 - 20h30

Alvarez ainda teme promover Cacá a titular

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Bastou entrar no segundo tempo das partidas contra Santos, domingo, e Flamengo, ontem, para o meia Cacá, 18, virar ídolo da torcida e ser elogiado pela maioria dos companheiros.

Mas ainda não conseguiu "conquistar» a pessoa mais importante para que vire titular do São Paulo, o técnico Oswaldo Alvarez.

Apesar de ter duas vagas abertas no meio-campo, com as saídas de Fabiano e Harison, suspensos, Alvarez tem dúvidas sobre o aproveitamento do jovem atleta desde o início da partida de sábado, contra a Internacional, em Limeira, pelo Campeonato Paulista.

A resistência existe porque o treinador acredita que Cacá pode render mais entrando no segundo tempo, quando os adversários estão mais cansados.

O treinador teme que o atleta não consiga atuar os 90 minutos por ter ficado dois meses sem jogar pelo time de juniores, por causa de uma fratura vertebral que sofreu no ano passado durante uma folga num parque aquático.

"Pode até ser que o Cacá entre no começo e arrebente, mas, teoricamente, fica mais fácil entrar no segundo tempo", afirmou o treinador são-paulino.

Entrando na etapa final, as duas vezes no lugar de Harison, Cacá foi fundamental para as vitórias por 4 a 2 diante do Santos e de 2 a 0 sobre o Flamengo.

Outra opção de Alvarez para a vaga de Harison é o meia Carlos Miguel, que ficou três meses parado por causa da demora na renovação de seu contrato. Ele ficou na reserva ontem, mas não participou da partida.

A possibilidade de escalar Cacá e Carlos Miguel juntos, aproveitando também o lugar deixado por Fabiano, está praticamente descartada pelo treinador. "Poderia gastar duas substituições com eles, que estão há algum tempo sem disputar um jogo inteiro." Assim, Fábio Simplício pode voltar ao time titular.

Cacá quer evitar polêmica com o técnico. "Estou pronto para jogar desde o começo, mas o treinador é mais experiente e sabe a hora de lançar um jogador», disse.


 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página