Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/02/2001 - 20h42

CPI investiga outros possíveis "gatos" do Roma

Publicidade

da Sucursal de Brasília

A CPI da CBF/Nike está investigando a hipótese de haver outros três jogadores "gatos" (com idade adulterada) no Roma, de Barueri, campeão da Copa São Paulo de Juniores.

Já havia sido descoberto o caso do jogador Alex, que teria atuado com documentação adulterada. Na documentação, Alex aparecia com dois anos a menos que sua idade verdadeira.

As novas suspeitas, apontadas pelo deputado Eduardo Campos (PSB-PE), se baseiam principalmente em coincidências nos documentos apresentados por três jogadores.

No caso de dois deles, as certidões de nascimento e a procuração para que um empresário representasse um dos jogadores passaram pelo mesmo cartório, localizado em uma cidade do interior do Ceará.

No terceiro caso, a segunda via da certidão está com o carimbo do cartório ilegível e foi emitida na mesma cidade em que foi feita parte da documentação de Alex.

Campos acha que o fato de todas as certidões serem uma segunda via é um outro indício de que possa haver problemas.

Para ele, a Copa São Paulo de Juniores "é uma feira para expor garotos, assim como há feiras de animais", além de estar se mostrando uma grande "fábrica de gatos".

A CPI vai buscar outros documentos dos jogadores para tentar descobrir se há ou não novos casos de adulteração de idade.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página