Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/02/2001 - 00h11

São Paulo vence Fluminense nos pênaltis e vai à final do Rio-SP

Publicidade

da Folha Online

Jogando sob forte pressão da torcida, o São Paulo venceu o Fluminense nos pênaltis por 7 a 6, hoje, no Maracanã, e se classificou para a final do Torneio Rio-São Paulo. No tempo normal, os cariocas ganharam por 2 a 1.

Marco Brito, que entrou na segunda etapa, marcou os dois gols do Fluminense. França descontou para os paulistas e levou a decisão para as penalidades máximas.

Esta é a terceira vez que o São Paulo vai à final da competição interestadual _ também chegou em 1933, 1965 e 1999, mas foi derrotado em todas as oportunidades.

O nome do jogo foi o goleiro Rogerio Ceni, que defendeu os pênaltis cobrados por Roni, Jorginho e César, garantindo a classificação da equipe do Morumbi. Pelo São Paulo, Wilson e França desperdiçaram.

A equipe paulista fará a final do Rio-São Paulo contra o Botafogo, que passou pelo Santos, na Vila Belmiro. A primeira partida acontece na próxima quarta-feira, no Maracanã. O jogo decisivo será dia 7 de março, no Morumbi.

No primeiro tempo, a equipe carioca começou pressionando, pois precisava vencer por dois gols de diferença. A primeira chance do Fluminense aconteceu aos 7min. Flávio lançou Roni na área, que tocou de calcanhar para Agnaldo. O atacante chutou por cima do gol.

Aos poucos, o São Paulo equilibrava as ações, explorando as descidas de Belletti e Fabiano pela direita, e as arrancadas de Renatinho.

Aos 10min, Carlos Miguel achou Fabiano livre na ponta-direita. O volante cruzou na área, mas Renatinho não aproveitou. A zaga do Fluminense cortou.

A partida tinha uma boa movimentação, e as chances iam surgindo de lado a lado. Aos 25min, Marcão pegou um rebote da defesa são-paulina e chutou forte. Rogério caiu no canto esquerdo e fez uma defesa importante.

O time dirigido por Oswaldo Alvarez deu a resposta três minutos mais tarde. França recebeu uma passe de Alexandre e, na saída de Murilo, tocou à esquerda do gol, para fora.

A equipe das Laranjeiras perdeu uma grande oportunidade aos 31min. Agnaldo recebeu um ótimo lançamento de Roni e foi desarmado por Rogério Ceni.

Apesar do empenho dos jogadores, o primeiro tempo terminou sem gols.

Na segunda etapa o técnico Valdyr Espinosa colocou o atacante Marco Brito no lugar do lateral-direito Flávio. A alteração deu certo. Aos 7min, o jogador escorou um cruzamento de Roni e abriu o placar.

Aos 13min, o mesmo Marco Brito acertou um chute cruzado no ângulo direito de Rogério Ceni e marcou o segundo do Fluminense. O resultado dava a vaga à final do Rio-São Paulo aos cariocas.

Mas o São Paulo não se entregou e conseguiu descontar aos 16min. França recebeu pelo meio e chutou forte no canto esquerdo de Murilo, levando a decisão para os pênaltis.

Na nona cobrança, Rogério defendeu o chute de Jorginho e abriu caminho para Ilan marcar o gol da classificação são-paulina.

FLUMINENSE
Murilo; Flávio (Marco Brito), César, Régis e Tiago (Agnaldo Liz); Marcão, Fabinho, Jorginho e Fernando Diniz (Valbson); Agnaldo e Roni. Técnico: Valdyr Espinosa

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Reginaldo (Jean), Rogério Pinheiro e Wilson; Belletti, Alexandre (Fábio Simplício), Fabiano, Carlos Miguel e Gustavo Nery; Renatinho (Ilan) e França. Técnico: Oswaldo Alvarez

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Juiz: Edílson Pereira de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: Fabinho, Marcão e Marco Brito (F); Fabiano (S)
Gols: Marco Brito (F), aos 7min e aos 13min, e França (SP), aos 16min do segundo






 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página