Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/03/2001 - 23h34

Meia de 18 anos vira o jogo e garante título ao São Paulo

Publicidade

EDUARDO VIEIRA
da Folha Online

Dois minutos e um jogador de 18 anos bastaram para o São Paulo conquistar o inédito título do Torneio Rio-São Paulo.

O meia Cacá marcou dois gols, um aos 35min e outro a 37min do segundo tempo, virou o jogo e deu a vitória ao São Paulo por 2 a 1 sobre o Botafogo, que lhe valeu também o título de campeão.

Vindo das categorias de base do clube, o meia são-paulino que comandou o time de juniores no vice-campeonato da Taça São Paulo entrou aos 14min do segundo tempo no lugar de Fabiano e mudou a história do jogo.

O São Paulo perdia por 1 a 0 _gol de Donizete aos 40min do primeiro tempo, após a bola ter cruzado a pequena área inteira e batido na trave antes de entrar_ e tinha jogado um primeiro tempo ruim, se limitando a administrar o resultado, já que poderia perder por até 3 a 0 que ainda levaria o título.

Mas com Cacá no meio-de-campo, o time passou a ser mais agressivo, aproveitando a rapidez de Luís Fabiano e França, que abriam os espaços no ataque.

E assim, o São Paulo começou a tomar conta do campo do Botafogo e ter várias chances de gol.

Com o próprio Cacá, que chutou torto, sozinho na grande área, aos 20min, após toque de cabeça de França. Ou com Luís Fabiano, que cabeceou no centro do gol e nas mãos de Wagner, aos 27min. E um minuto depois, com Gustavo Nery, que recebeu de França pela esquerda, mas chutou por cima do gol.

Aos 35min, Luiz Fabiano ganhou a bola no alto e cabeceou para o meio da área. Cacá fintou Waldson, limpou a jogada e desta vez não bobeou: chutou na saída de Wagner, empatando o jogo.

Dois minutos depois, França puxou um contra-ataque e passou para Cacá na esquerda. O meia invadiu a área e chutou cruzado, no canto esquerdo de Wagner, virando o jogo para o São Paulo e decidindo o futuro da partida.

Precisando marcar mais quatro gols para levar o título, o Botafogo foi desesperado para o ataque, mas não conseguiu mais levar perigo ao gol de Roger.

O São Paulo conquista o Torneio Rio-São Paulo pela primeira vez em sua história, após ter sido vice-campeão três vezes _62, 65 e 98, duas delas derrotado pelo próprio Botafogo_ e garante a classificação para a Copa dos Campeões, que vale uma vaga na Libertadores.

É também o primeiro título do técnico Oswaldo Alvarez no clube, apenas em seu terceiro mês no comando do time.

SÃO PAULO
Roger; Jean, Rogério Pinheiro e Wilson; Belletti (Reginaldo Araújo), Maldonado, Fabiano (Cacá), Carlos Miguel (Julio Baptista) e Gustavo Nery; França e Luís Fabiano.
Técnico: Oswaldo Alvarez

BOTAFOGO
Wagner; Fábio Augusto, Dênis, Valdson e Augusto; Júnior Reidner e Rodrigo; Donizete, Taílson, (Daniel) e Alexandre Gaúcho (Souza).
Técnico: Sebastião Lazaroni

Juiz: Jorge Rabello (RJ)
Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Público: 71.678
Renda: não divulgada
Cartões Amarelos: Rogério Pinheiro, Cacá e Luís Fabiano (São Paulo); Taílson e Alexandre Gaúcho (Botafogo)
Gols: Donizete, aos 40min do primeiro tempo; Cacá, aos 35min e 37min do segundo tempo.

Leia mais:

  • Copa do Brasil passa a ser a conquista que falta ao São Paulo

  • Mário Covas é ovacionado no Morumbi

  • Times de São Paulo ampliam supremacia sobre os cariocas

  • Pela 7ª vez, campeão do Rio-SP tem também o artilheiro isolado

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página