Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/05/2001 - 10h28

Ríos se envolve em briga com policiais após eliminação de Roma

Publicidade

da Folha Online

O tenista chileno Marcelo Ríos foi acusado de ter agredido dois policiais da cidade de Roma, na madrugada desta quinta-feira, horas depois de ser eliminado do Masters Series.

Ríos foi derrotado pelo espanhol Juan Carlos Ferrero por 2 sets a 0, num verdadeiro passeio de 6/1 e 6/3, em partida válida pela segunda rodada.

Segundo a polícia italiana, Ríos estava bêbado no momento do incidente e uma queixa policial foi registrada contra o tenista por resistir à prisão e ferir oficiais.

Em um comunicado, a polícia explicou que o tenista, junto com outros quatro chilenos incluindo um de seus técnicos e um representante da ATP, estavam bêbados e fazendo arruaça no distrito de Trastevere, no centro de Roma, quando chamaram um táxi para levá-los ao hotel.

O motorista contou que os cinco se empurraram para dentro do táxi _que pode levar somente três ou quatro passageiros. Para contornar o problema, outro carro foi chamado. Ríos, seu técnico e o representante da ATP permaneceram no primeiro carro.

Durante a viagem, os três ficaram se empurrando e batendo uns nos outros. O motorista também teria sido atingido e, quando chegou próximo a uma delegacia, chamou a polícia.

Ríos teria então atacado os policiais que chegaram, fazendo com que eles chamassem outros para ajudar. De acordo com a polícia, a queixa foi registrada somente contra o tenista chileno.

(com agências internacionais)

Leia mais sobre o Master Series de Roma:

  • Home

  • Chaves

  • Campeões

  • Rankings

  • Campeões

  • Favoritos

  • Enquete

  • Quiz

  • Grupo de Discussão
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página