Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/06/2001 - 20h28

São Paulo goleia Sport na reestréia do técnico Nelsinho Baptista

Publicidade

da Folha Online

Na reestréia do técnico Nelsinho Baptista, o São Paulo goleou por 4 a 2 o Sport hoje à noite, no estádio Rei Pelé, em Macéio-AL, e está mais perto da semifinal da Copa dos Campeões, o atalho mais curto para a Libertadores de 2002. Confira os lances do jogo.

Com o resultado, a equipe paulista pode perder por até 1 a 0 no jogo de volta, em João Pessoa-PB, na quarta-feira, que garantirá vaga à fase decisiva do torneio. Já o time pernambucano tem de vencer por no mínimo dois gols de diferença para decidir a classificação nas penalidades máximas.

Luís Fabiano, Fábio Simplício e França marcaram para o São Paulo. Dutra e Leonardo descontaram.

Dois times desinteressados em campo e sem iniciativa ofensiva foi o que se viu no primeiro tempo, que só valeu pelo golaço marcado por Luís Fabiano, aos 39min.

Reginaldo Araújo chutou de longe, mas fraco. A zaga do Sport não cortou e o atacante são-paulino tocou de letra, sem chances de defesa para Nei. E o primeiro tempo ficou nisso. Tanto que o juiz Álvaro Quelhas encerrou a etapa antes dos 45 minutos regulamentares.

No segundo tempo, as duas equipes resolveram fazer tudo aquilo que não haviam feito antes e os gols começaram a sair. Em menos de 10 minutos, foram três, dois para o São Paulo e um para o Sport.

Aos 4min, França deu na medida para Douglas, que bateu rasteiro e o goleiro Nei defendeu com os pés. Fábio Simplício entrou livre e tocou para as redes escancaradas: 2 a 0.

Dois minutos depois, Reginaldo Araújo cruzou na área e França apareceu livre para cabecear e aumentar para 3 a 0 para o time do Morumbi.

A equipe pernambucana não se abateu e correu atrás do prejuízo. Aos 9min, Leonardo, pela esquerda da área, rolou na medida para Dutra, que soltou uma bomba e diminuiu.

A partir daí, o goleiro Rogério Ceni passou a ser muito exigido e apareceu bem, fazendo seguidas defesas difíceis e importantes, impedindo que o Sport chegasse à igualdade ou até mesmo virasse o placar.

Aos 38min, o time pernambucano teve mais uma chance importante para diminuir a desvantagem, com o juiz assinalando pênalti cometido pelo lateral Reginaldo Araújo. Júnior Amorim, que fazia sua estréia, pediu para bater, mas pegou mal na bola e mandou para fora.

Aos 40min, Leonardo aproveitou rebatida da zaga e emendou de primeira, rasteiro, diminuindo para 3 a 2. A alegria dos pernambucanos durou pouco. Quatro minutos depois, Luís Fabiano foi lançado na corrida e tocou na saída de Nei, fazendo 4 a 2, placar final.

SÃO PAULO
Rogério; Reginaldo Araújo, Wilson, Jean e Lino; Alexandre, Fábio Simplício (Fabiano), Douglas e Carlos Miguel (Souza); França e Luís Fabiano Técnico: Nelsinho Baptista

SPORT
Nei; Erlon, Sandro Blum, Tiago (Saulo) e Dutra; Leomar, Sidnei (Axel), Valdo e Ricardinho; Leonardo e Rodrigo Gral (Júnior Amorim) Técnico: Júlio Espinosa

Local: estádio Rei Pelé, em Maceió
Juiz: Álvaro Azeredo Quelhas (RJ)
Cartões amarelos: Alexandre e Douglas (SP)
Gols: Luís Fabiano, aos 39min do primeiro tempo; Fábio Simplício, aos 4min, França, aos 6min, Dutra, aos 9min, Leonardo, aos 40min, e Luís Fabiano, aos 44min do segundo tempo
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página