Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/07/2001 - 17h58

Flamengo vence São Paulo e fica mais perto da Libertadores de 2002

Publicidade

da Folha Online

Em jogo sensacional, o Flamengo venceu por 5 a 3 o São Paulo na primeira partida da final da Copa dos Campeões hoje, no estádio Almeidão, em João Pessoa-PB, e está mais perto da Taça Libertadores de 2002. Confira os melhores lances da partida.

Com o resultado, o time do técnico Zagallo pode perder por até 1 a 0 no jogo de volta, em Macéio, que garante presença na competição sul-americana do ano que vem. Já a equipe paulista precisa de uma vitória por no mínimo dois gols de diferença para levar a decisão da vaga para as cobranças de penalidades máximas.

Edílson (2), Reinaldo, Beto e Rogério Pinheiro, contra, fizeram os gols da vitória do time carioca, enquanto que Luís Fabiano (2) e Rogério Pinheiro descontaram para o São Paulo.

Com passes em velocidade e dribles curtos, o Flamengo envolveu totalmente o time do Morumbi no primeiro tempo e não teve dificuldades para construir o marcador. Logo de início, teve duas boas chances para marcar, mas o goleiro Rogério Ceni apareceu bem e impediu os gols.

Aos 14min, no entanto, Reinaldo fez jogada individual pela esquerda da pequena área e entregou na medida para Edílson, que só tocou para o gol aberto: 1 a 0.

A resposta do São Paulo foi imediata. Aos 16min, Gustavo Nery foi lançado pela esquerda e ele cruzou na medida para Luís Fabiano empatar o jogo.

A partir daí, só deu Flamengo. Aos 25min, em mais uma jogada bem trabalhada no ataque, ampliou para 2 a 1. Petkovic cobrou falta pela esquerda, Gamarra escorou para Edílson, que tentou de bicicleta e, sem querer, colocou a bola na cabeça de Reinaldo. A revelação flamenguista não desperdiçou.

Aos 36min, Reinaldo mais uma vez marcou presença no ataque e enfiou bola na medida para Beto, que da entrada da área fuzilou e aumentou para 3 a 1.

Na volta do intervalo, o técnico Nelsinho Batista promoveu duas alterações - trocou Souza por Kaká e Alexandre por Carlos Miguel - na tentativa de dar mais poder ofensivo ao São Paulo e equilibrar o jogo com o Flamengo.

Aos 12min, o time carioca conseguiu aumentar em um lance de sorte. Jean foi tentar cortar e chutou a bola em cima de Edílson. A bola acabou pegando de surpresa Rogério Ceni e entrando vagarosamente no gol do São Paulo.

A reação veio rápida, dois minutos depois. Depois da cobrança de escanteio, Rogério Pinheiro subiu mais do que Gamarra e marcou de cabeça: 4 a 2. O time paulista aumentou a pressão com mais um gol. Carlos Miguel perdeu duas chances incríveis frente a frente com Júlio César.

Aos 26min, Luís Fabiano voltou a diminuir também de cabeça depois de mais uma cobrança de escanteio.

Quando todos esperavam que o São Paulo fosse bsucar o empate, outra vez o Flamengo contou com a sorte para ampliar o marcador. Aos 34min, Edílson fez linda jogada pela direita, dando um drible desconcertante em seu marcador, e chutou cruzado. A bola iria sair pela linha de fundo, mas bateu em Rogério Pinheiro e entrou: 5 a 3.

O jogo de volta está previsto para quarta-feira à noite, em Macéio, mas poderá ser transferido para a tarde do próximo domingo.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Belletti, Rogério Pinheiro, Jean e Gustavo Nery; Alexandre (Carlos Miguel), Fábio Simplício, Douglas e Souza (Kaká) (Júlio Batista); França e Luís Fabiano. Técnico: Nelsinho Batista

FLAMENGO
Júlio César; Alessandro, Juan, Gamarra e Cássio; Jorginho, Rocha, Beto e Petkovic (Maurinho); Reinaldo (Fábio Augusto) e Edílson. Técnico: Zagallo

Local: estádio Almeidão, João Pessoa-PB
Juiz: Luciano Almeida (DF)
Gols: Edílson, aos 14min, Luís Fabiano, aos 16min, Reinaldo, aos 25min, e Beto, aos 36min do primeiro tempo. Edílson, aos 12min, Rogério Pinheiro, aos 14min, Luís Fabiano, aos 26min, e Rogério Pinheiro, contra, aos 34min do segundo.
Amarelos: Rogério Pinheiro (SP); Jorginho, Petkovic e Fábio Augusto (F)

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página