Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/07/2001 - 17h04

Grêmio surpreende e vence o River Plate em Buenos Aires

Publicidade

da Folha Online

O Grêmio surpreendeu e venceu o River Plate por 4 a 2, hoje, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, na estréia dos dois clubes pelo Grupo E da Copa Mercosul-2001. Veja como foi o jogo.

Mesmo jogando fora de casa, o time gremista dominou praticamente toda a partida e esteve sempre à frente no placar. Anderson Lima, Anderson Polga, Tinga e Zinho fizeram os gols do Grêmio, enquanto Cambiasso e Ortega descontaram para a equipe da casa.

A equipe gáúcha foi superior no primeiro tempo e deixou de abrir uma boa vantagem. Com uma marcação forte, o Grêmio neutralizou as principais jogadas do adversário e criou boas chances para marcar.

No entanto foi o River Plate quem chegou pela primeira vez com perigo. Aos 5min, o meia Ortega cruzou da direita e Cardetti cabeceou rente à trave esquerda de Darnlei.

A resposta do Grêmio veio quatro minutos depois. Zinho sofreu falta próximo à área. Na cobrança, o lateral Anderson Lima bateu no canto direito de Constanzo e abriu o placar para a equipe brasileira.

Aos 25min, o time argentino teve a chance de empatar, mas Darnlei fez ótima defesa em cabeçada a queima-roupa de Cardetti. No rebote, Cambiasso desperdiçou a chance de empatar, ao chutar por cima.

O meia argentino, que foi campeão Mundial sub-20 pela seleção argentina, não perdeu a segunda oportunidade. Aos 34min, após chute de Ortega da entrada da área, a bola ficou com Cambiasso, que dominou no peito e bateu no canto direito de Darnlei empatando o jogo.

Dois minutos depois, o Grêmio quase marcou novamente. Após cobrança de escanteio de Zinho, Claudiomiro cabeceou no canto esquerdo, Constanzo ainda conseguiu tocar na bola e Astrada tirou em cima da linha.

Aos 41min, a equipe brasileira perdeu outra grande chance. O atacante Rodrigo Gral pegou de primeira, dentro da área, cruzamento de Anderson, mas Constanzo fez excelente defesa, impedindo o segundo gol do Grêmio.

O time gaúcho passou novamente à frente no placar logo aos 9min do segundo tempo. Rubens Cardoso cruzou da esquerda, o goleiro Constanzo falhou e Paulo César Tinga fez o segundo gol do Grêmio.

O Grêmio, no entanto, não conseguiu segurar o placar. Aos 20min, Claudiomiro cometeu pênalti em Cardetti. Na cobrança, o meia Ortega chutou no canto direito de Darnlei e empatou novamente para o River Plate.

Aos 25min, a equipe argentina ficou com um jogador a menos. Franco derrubou Fábio Baiano, que avançava livre em direção ao gol, e foi expulso pelo juiz paraguaio Carlos Torres.

Com vantagem numérica, o Grêmio passou a dominar a partida. O time, no entanto, falhava nas finalizações. Aos 30min, Ayala derrubou Fábio Baiano na área, mas o juiz errou e não marcou pênalti.

Após o River Plate sair jogando errado, Anderson Polga fica com a bola e chutou de fora da área, surpreendendo o goleiro Constanzo, e marcou o terceiro gol da equipe.

Aos 42min, Zinho fechou a ótima vitória da equipe brasileira. Após cruzamento de Anderson Lima da direita, o meia, dominou e bateu no canto direito de Constanzo, fazendo 4 a 2.

Leia mais sobre a Copa América:

  • Grupo A

  • Grupo B

  • Grupo C

  • Grupo D

  • Grupo E

  • Artilheiros

  • Regulamento

  • Campeões

  • Curiosidades

  • História

  • Ranking

  • Grupos de discussão

  • Enquete
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página