Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
28/07/2001 - 23h12

São Paulo fica no empate sem gols com o Talleres, em Córdoba

Publicidade

da Folha Online

Na estréia do zagueiro Emerson, o São Paulo apenas empatou em 0 a 0 com o Talleres, hoje à noite, em Cordoba, na Argentina. Com o resultado, a equipe do Morumbi permanece na liderança do grupo D da Copa Mercosul, com 4 pontos ganhos em dois jogos, mas não conseguiu por fim ao tabu de não vencer um time argentino fora de casa há cinco anos. Confira os melhores lances do jogo.


Mesmo atuando com um jogador a mais -Carrizo foi expulso aos 38min do primeiro tempo- a maior parte do tempo, a equipe são-paulina teve dificuldades para articular as jogadas de ataque e em várias oportunidades, no segundo tempo, quase foi surpreendida pelos rápidos contra-ataques dos argentinos.

No primeiro tempo, os dois times priorizaram a marcação no meio-campo e criaram poucas chances de abrir o marcador. Apenas após a expulsão de Carrizo, a equipe paulista pressionou nos momentos finais e levou perigo à meta de Cuenca.

No segundo tempo, a partida continuou equilibrada, com os jogadores são-paulinos não conseguindo fugir à marcação adversária e nem explorar a vantagem numérica em campo.

A melhor chance de gol surgiu aos 9min, através de Belletti, que recebeu lançamento em profundidade, foi à linha de fundo, driblou dois marcadores e na cara do gol chutou forte, mas em cima de Cuenca. O lateral poderia ter passado para França, em melhores condições para concluir, mas foi fominha e desperdiçou.

Nos 15 minutos finais, o Talleres chegou com perigo à meta são-paulina em pelo menos quatro ocasiões e em duas delas obrigou o goleiro Roger a fazer difíceis defesas, salvando a equipe paulista da derrota.

O próximo compromisso do São Paulo na Mercosul será contra o Velez Sarsfield, da Argentina, próximo dia 22, no Morumbi. Já o Talleres faz clássico argentino no próximo dia 2 contra o Velez, em Buenos Aires.

SÃO PAULO
Roger; Belletti, Emerson, Rogério Pinheiro e Gustavo Nery; Alexandre (Douglas), Fábio Simplício (Reinaldo), Carlos Miguel (Kaká) e Leonardo; França e Luís Fabiano
Técnico: Nelsinho Baptista

Talleres
Cuenca; Manfredi, Maidana, Sotomayor e Humoller; Albornos, Carrizo, Vega e Garay (La Paglia); Cuba e Pronetto (Roth)
Técnico: R. Gareca

Local: estádio Olímpico, Córdoba
Juiz: Carlos Chandia (CHI)
Amarelos: Rogério Pinheiro, Alexandre e Fábio Simplício (S); Maidana (T)
Vermelho: Carrizo (T)
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página